O que é lockdown? Qual a diferença entre isolamento e quarentena?

Compreenda aqui qual a diferença entre lockdown, quarentena, isolamento social, distanciamento social amplo e distanciamento seletivo.


Após quase dois meses da ação de medidas de isolamento social, alguns locais do Brasil começaram a decretar lockdown, que dispõem de ações com ainda mais restrições. A primeira cidade brasileira a adotar a ação foi a capital do Maranhão, São Luiz.

A atual pandemia do novo coronavírus afetou a rotina dos cidadãos de maneira geral, fazendo com que as pessoas fiquem mais em casa. Outras ações foram adotadas para evitar o contágio, como o uso de máscaras e álcool em gel.

Mas, afinal, qual a diferença entre distanciamento/isolamento social, lockdown e quarentena? Confira aqui!

O que é o lockdown?

Lockdown é uma situação em que as pessoas têm a circulação impedida devido a uma emergência. O termo era comumente usado para se referir a situações que exigem algum tipo de bloqueio de acesso ou isolamento, por exemplo, uma ameaça de bomba.

O lockdown é o próximo passo das medidas de isolamento, com ainda mais severidade. Quando adotado, a população só pode sair de casa para realização de serviços essenciais para a sobrevivência. Se isso for descumprido, pode haver força policial.

Além disso, algumas áreas podem ser totalmente isoladas, pode haver bloqueio de estradas e controle do trânsito.

Diante da pandemia do coronavírus, países como China, Estados Unidos, Itália e Espanha decretaram lockdown quando os casos dispararam.

Outros países, como Nova Zelândia, optaram pela medida com antecedência. No caso deste, já registra um dos menores índices de mortalidade por Covid-19.

O lockdown também integra uma das “medidas não farmacológicas” recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde. Isso é necessário, pois ainda não há vacinas ou medicamentos que impeçam o contágio e mortalidade por coronavírus.

No caso do Brasil, desde o dia 5 de maio, a população da cidade do Maranhão só poderá sair de casa para serviços considerados essenciais, como alimentos, remédios ou auxílio médico.

O que é quarentena?

A quarentena refere-se a um distanciamento social, que pode ser mais brando ou mais extremo, dependendo do contexto. Essa medida objetiva separar e restringir o acesso ou circulação de pessoas que foram, ou podem ter sido, expostas a doenças contagiosas.

O objetivo da quarentena é entender se as pessoas estão doentes e evitar a propagação. O termo surgiu em meados do século XIV, em Veneza (Itália), durante a peste bubônica. Essa foi a pandemia mais letal da história e matou de 50 a 200 milhões de pessoas.

Atualmente, é comum a adoção de quarentenas médicas. Na atual pandemia do coronavírus, muita gente usa o termo quarentena como sinônimo de distanciamento social ou isolamento físico.

O que é isolamento social?

O isolamento social, por sua vez, consiste na prática de separar pessoas doentes daquelas que estão saudáveis. Quem faz isolamento fora do hospital deve ficar em casa e separado dos demais membros da família.

A preferência é de que seja utilizado um cômodo da casa para o isolamento do indivíduo. Atualmente, o termo também pode ser usado para se referir à prática de ficar em casa e evitar o contato com outras pessoas, mesmo que não haja foco da doença no grupo ou proximidades.

O que é distanciamento social?

O distanciamento social, ou distanciamento físico, é uma medida que visa o espaço entre pessoas que estão em circulação. Por meio do distanciamento, quem sai de casa deve manter uma distância mínima entre outras pessoas.

A medida é uma das mais importantes para evitar o contágio, em especial do novo coronavírus. O Ministério da Saúde (MS) classifica essas ações de duas formas:

  • Distanciamento Social Ampliado (DSA)
  • Distanciamento Social Seletivo (DSS)

O DSS possui ações mais brandas. Quando empregado, apenas pessoas do grupo de risco são isoladas, enquanto o resto da população vive normalmente, mas todos devem seguir protocolos de segurança e higiene.

Já o DSA é mais severo e inclui o fechamento de escolas e estabelecimentos, assim como a proibição de aglomerações e a paralisação da maior parte da atividade econômica que não é considera essencial.

Por meio dessa última medida, a população é aconselhada a ficar em casa e sair somente para o essencial.

Confira também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More