Geografia do Maranhão

Segundo maior estado do Nordeste, atrás apenas da Bahia, o Maranhão é uma das regiões do Brasil mais ricas, plurais e diversificadas geograficamente.

0

Localizado na região Nordeste do Brasil, o estado do Maranhão possui cerca de 331.935,507 km² de extensão de territorial, sendo a segunda maior costa litorânea do país. 

Faz parte da sub-região do Meio-Norte, o que caracteriza a cobertura de boa parte do seu território pela vegetação da Floresta Amazônica.

Em se tratando do índice demográfico, a população maranhense já ultrapassa a casa dos 7 milhões de habitantes, espalhados entre a capital São Luís e os seus 216 outros municípios. A região também conta com a forte presença indígena, num total de mais de 12 mil nativos.

Quando falamos de aspecto econômico, o estado do Maranhão desenvolve atividades nos setores da indústria e agropecuária. Podemos citar como exemplo a extração e processamento de alumínio e da madeira. Quando se trata de cultivo agrícola, a soja e o milho são os produtos mais comercializados e exportados, sempre em conjunto com a pecuária de corte.

Relevo do Maranhão

Dados geográficos apontam que 85% de todo o território do Maranhão está até 300 metros de altitude.

Com relação ao relevo, o mesmo é composto por duas particularidades: a região de planície, representando a baixada litorânea, e a região do planalto, representando as demais áreas do estado.

Presente em boa parte do Maranhão, o relevo é predominantemente formado por  planícies litorâneas. Situadas na parte norte do estado, mais precisamente no litoral e região, essas planícies são constituídas de praias, lagunas, pântanos, falésias e campo inundáveis. 

Em meio à essa parte do relevo, estão presentes alguns dos principais pontos turísticos, como as dunas e os lençóis maranhenses. 

lençois-maranhenses
Lençóis Maranhenses, Maranhão (MA).

Já na região sul, o relevo muda um pouco de aspecto, com a forte presença dos planaltos. Com uma elevação altimétrica, as formações são classificadas como Planalto Meridional, Planalto Ocidental e Planalto Central.

Dentre as atrações da região, temos a Serra da Mangabeira (ponto mais alto do estado com 800 metros de altitude).

Vegetação do Maranhão

A vegetação do Maranhão é rica e diversificada. Tudo isso graças à sua localização na chamada zona de transição, representada pelo encontro das Regiões Nordeste e Norte

No lado noroeste do estado, há a presença Floresta Amazônica e do clima equatorial. 

Em regiões de clima tropical, as vegetações mais predominantes são o Cerrado (no sul) e os mangues (no litoral). Na parte leste, dentro da zona de transição, está a Mata dos Cocais, área de extração do babaçu, um dos principais representantes econômicos do estado.

A vegetação maranhense tem sofrido com o crescimento da fronteira agrícola, que devastou boa parte da vegetação da zona de transição.

mata-dos-cocais
Classificada como Mata de Transição, a Mata dos Cocais está localizada entre os biomas da Amazônia, Caatinga e Cerrado

Hidrografia do Maranhão

A hidrografia do Maranhão está subdividida em dois grupos de rios: os limítrofes (que percorrem outros estados) e os genuínos maranhenses.

Dentre os limítrofes, destacam-se os rios:

  • Parnaíba: maior rio do estado com forte influência e importância socioeconômica.
  • Tocantins: segundo maior rio apenas brasileiro, ficando atrás apenas do São Francisco. É utilizado para transporte de castanha entre as regiões do Pará. 
  • Gurupi: divisor natural entre os estados do Pará e Maranhão, possui aproximadamente 720 km de extensão.  

Já em relação com os rios genuinamente maranhenses, têm se o rio Itapecuru, Mearim e o Pindaré, famoso pelo fenômeno da pororoca.  

rio-parnaiba
Também conhecido como “Velho Monge”, o Rio Parnaíba é o maior rio genuinamente nordestino que divide politicamente os Estados do Maranhão e do Piauí

Clima do Maranhão

Quando se trata de clima, o Maranhão tem como clima predominante o tropical. As temperaturas médias anuais ficam entre os 24 e 26ºC, com médias de chuvas entre 1500 e 2500 mm. 

O clima varia de região para região. Ambientes próximos à faixa litorânea recebem mais chuva devido à influência da maritimidade, tal qual as áreas que apresentam a  vegetação da Floresta Amazônica. 

A região mais a leste, próxima ao sertão nordestino, os índices pluviométricos são menores, visto as características áridas do tempo.

De modo geral, o clima tropical é o que prevalece na região do estado do Maranhão, com incidências de clima equatorial na zona ocidental, e de clima semi-árido, mais na parte oriental.  

Recursos naturais e problemas ambientais

No tocante aos recursos naturais, minérios como o ouro, calcário, cobre, gipsita, diamante e argila formam a lista com os principais recursos naturais do estado.

Associada à extração abusiva e descontrolada, o Maranhão sofre com alguns problemas ambientais graves, como poluição das cidades e dos rios, assoreamento do solo e desmatamento para práticas agrícolas.

Conteúdo relacionado:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.