Quem foi Lilith?

Lilith, segundo os mitos, foi a primeira mulher de Adão. Por conta da postura do parceiro, que exigia submissão, ela se revoltou.

0

Lilith é conhecida como o espírito feminino mais antigo do mundo. Existem várias lendas a respeito desse nome, inclusive, segundo teorias, ela foi a primeira mulher de Adão, e não Eva. Esse e outros acontecimentos teriam sido excluídos da versão final da Bíblia.

O espírito se revoltou contra Adão, o primeiro homem criado por Deus, por conta de seu machismo. Ela então, amaldiçoou o parceiro e voou para o Mar Vermelho, sendo depois considerada uma figura problemática para as religiões patriarcais.

Vale destacar que a história de Lilith, como todo mito, conta com diversas informações — a maioria, sem comprovações. A partir da lenda, diversas obras cinematográficas foram criadas.

Quem foi Lilith?

A história de Lilith se inicia na Suméria, no sul da Mesopotâmia, onde atualmente fica o Iraque e o Kuwait. Sua imagem varia de acordo com a cultura, mas, geralmente, era representada com cabelos longos, asas, corpo curvilíneo e pés em forma de coruja.

Para representar a sua natureza selvagem e indomável, Lilith era frequentemente desenhada sem roupas. Em outras gravuras antigas, ela era retratada sobre um leão e com uma coroa da realeza sumeriana.

A imagem de Lilith passou a ser reconhecida entre os católicos a partir do século XIV, com base em estudos de demonologia. Nisso, ela era vista como um demônio, mãe dos vampiros ou bruxa.

Lilith rejeita Adão

De acordo com as lendas do folclore hebreu medieval, Lilith rejeitou Adão por forçá-la a ocupar uma posição de submissão. Para ela, ambos deveriam ter direitos iguais, já que teriam sido criados do mesmo barro.

Apesar de tudo isso, Adão argumentava que nada deveria ser mudado. Então, cansada por lutar, Lilith se revoltou e, com seus poderes mágicos, amaldiçoou o parceiro e voou para o Mar Vermelho.

Pelo acontecido, a revolta de Lilith contra a “superioridade” masculina de Adão fez com que ela se tornasse uma figura problemática para o judaísmo, catolicismo, entre outras religiões patriarcais.

Obras sobre Lilith

Confira algumas obras para saber mais sobre Lilith:

  • O livro de Lilith: O resgate do lado sombrio do feminino universal (2017)
  • Gênesis proibido: A tragédia de Adão e Lilith (2018)
  • O olho de Lilith (2019)
  • Lilith e Eva: Imagens arquetípicas da mulher na atualidade (2008)

Veja também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.