Sarampo – Sintomas, tratamento, vacina, causas, transmissão

O Sarampo é uma doença infeciosa que pode ser transmitida com muita facilidade. Por ser fatal, é fundamental que os pais estejam atentos às vacinas.

0

O sarampo é uma doença infecciosa causada por um vírus totalmente contagioso. Muitos julgam que a doença não é muito perigosa. Mas, antes das vacinas surgirem, o sarampo foi uma das principais causas de mortalidade infantil.

Sua transmissão pode ser feita através de tosse, fala, espirro ou até mesmo respirar próximo de outras pessoas infectadas com o vírus. Com isso, a única maneira de evitar ser contagiado pelo sarampo, é a vacina tríplice viral e tetravalente.

Além da própria doença em si, o sarampo pode causar outras complicações. Em crianças, pneumonia, otite média aguda (podendo resultar na perda total da audição), encefalite aguda e a morte. Para grávidas, parto prematuro e adultos, pneumonia.

Sintomas do sarampo

Os principais sintomas do sarampo são:

  • Manchas no corpo e rosto;
  • Coceira;
  • Conjuntivite;
  • Febre;
  • Tosse persistente;
  • Infecção no ouvido.

Além desses, caso uma criança tenha o sistema imunológico fraco, é possível que a doença gere quadros de pneumonia, convulsões e morte.

Causas e transmissão do sarampo

Não existem causas específicas do sarampo. Se o vírus circula, é por não ter uma população completamente imune. Então, caso o indivíduo não tenha sido vacinado, existem maiores chances de contaminação.

O sarampo é transmitido de pessoa para pessoa. Pode ser através de tosse, fala, espirro, respiração próxima. Da mesmo forma, ficar em ambientes fechados também pode facilitar essa transmissão.

Tratamento

Não existe um tratamento específico para o sarampo. Apenas para os sintomas. Por isso, o tratamento consiste em:

  • Alimentação saudável;
  • Hidratação;
  • Suplementação de vitamina A e medicamentos sintomáticos para febre, náuseas e vômito.

Ainda mais, existe a necessidade de repouso pelo período de infecção. O indivíduo deve permanecer sem grandes movimentações até quatro dia após sumir as manchas. Caso haja complicações, o período de repouso pode ser prorrogado.

Vacina

A vacina para sarampo é o método mais eficaz de prevenção. Geralmente, a primeira dose deve acontecer aos 12 meses (tríplice viral, contra sarampo, rubéola e caxumba). Depois, aos 15 meses, a criança deve tomar a vacina tetra viral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

As vacinas podem ser encontradas em postos de saúde. As duas doses são recomendadas para que a imunidade seja garantida. É importante que ambas sejam aplicadas às crianças, pois é muito comum que apenas a primeira não imunize.

Leia também: Trombose – O que é, causas, sintomas, tipos, tratamento e cura

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.