Tríplice Aliança

A Tríplice Aliança foi uma aliança política, econômica e militar feita entre a Alemanha, Itália e Áustria-Hungria.

0

O que foi a Tríplice Aliança? A Tríplice Aliança foi uma aliança política, econômica e militar entre a Itália, Alemanha e Império Austro-Húngaro.

Criada em 1882, a Tríplice Aliança foi um bloco que reunia países aliados no centro do continente europeu.

O intuito era adquirir força militar e política. Por isso, tais nações se uniram em prol de acordos comerciais e de combate a inimigos comuns.

Tríplice Aliança – Resumo

No período anterior à Primeira Guerra Mundial não havia ocorrido nenhum conflito entre os países europeus.

No entanto, no final do século XIX e início do século XX, as principais potências europeias iniciaram uma corrida armamentista, visando seu enriquecimento.

Nesse período, os armamentos bélicos tiveram expressivos avanços. Foram as colônias da França e Inglaterra, na África e na Ásia, que sofreram com os testes dos armamentos, muito utilizados para conter as revoltas coloniais.

Ansiando obter novos domínios, a Alemanha e Itália se lançam à corrida bélica. O desenvolvimento dos armamentos bélicos não foi o estopim da Primeira Guerra Mundial, mas definiu o cenário do enfrentamento.

No final do século XIX, os países europeus já haviam firmado alianças que dividiram as disputas entre eles. Em 1882, o Império Austro-Húngaro, Itália e Alemanha formam a Tríplice Aliança.

Tal acordo determinava que, caso um dos países do bloco anunciasse guerra, as outras nações deveriam assumir a neutralidade. Além desse, outros pontos foram acordados.

Caso qualquer um dos países integrantes da Tríplice Aliança fossem atacados por duas nações, os outros envolvidos tinham a responsabilidade de o apoiar com armas e exército.

No continente africano, a Alemanha começou a ansiar por mercados antes controlados pela Inglaterra.

A pressão alemã fez com que os ingleses suspendessem o isolamento com os franceses, seus maiores concorrentes comerciais no período.

Entre 1905 e 1911, a Alemanha não reconheceu a Entente Cordial, um acordo que delimitava as zonas de exploração da Inglaterra e da França no continente africano, resistindo à dominação da França no Marrocos. Assim, entre esses anos ocorrerem pequenos enfrentamentos no país africano.

Dessa maneira, o conflito entre esses dois blocos se dava por disputas imperiais. A Tríplice Aliança integrou os países que desejavam enriquecer por meio da exploração colonial, assim como os países da Tríplice Entente que não desejavam dividir tais possessões, temendo perder o posto de potências europeias.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.