Causas da Primeira Guerra Mundial

Com início em 1914 e término em 1918, a Primeira Guerra Mundial é considerada o sexto maior conflito mortal da história, com cerca de 10 milhões de mortes.

0

A Primeira Guerra Mundial, ocorrida de 1914 a 1918, caracterizou-se como a primeira guerra do século XX e, também, o pioneiro em estado de guerra total – cuja nação articula os recursos para viabilizar o combate.

A Primeira Guerra Mundial é considerada um dos períodos mais sangrentos da história, que iniciou em 28 de julho de 1914 e encerrou em 11 de novembro de 1918.

Nela, participaram grandes potências da Europa e de outros continentes, além de demais países ao redor do globo que tinham vínculos com essas potências.

Em sua grande maioria, os combates aconteceram no continente europeu. Na Frente Ocidental da Europa, os alemães enfrentaram os franceses e britânicos, já na sua Frente Oriental, os germanos lutaram contra sérvios e russos. O Oriente Médio também sediou batalhas, isso nas regiões cujo domínio era do Império Otomano.

Principais causas da Primeira Guerra Mundial

As causas para a eclosão da Primeira Guerra Mundial são complexas e enigmáticas, envolvendo diferentes conceitos do século XIX: conjuntura política, econômica e militar.

Inúmeros são os fatores apontados como causa da guerra, estando a sua explosão vinculada ao atentado em Sarajevo, resultando na morte do herdeiro do trono austro-húngaro, o arquiduque Francisco Fernando Carlos Luís José Maria de Áustria-Este (1863–1914) e a sua esposa, a duquesa Sofia Maria Josefina Albina de Chotek (1868–1914).

Primeira Guerra

Em síntese, entre os principais fatores e causas pode-se citar:

  • O Imperialismo
  • O Nacionalismo
  • As alianças militares
  • A corrida armamentista
  • Os governos não unificados
  • Concorrência econômica
  • Planejamento militar rígido
  • Partilha da África e da Ásia
  • Falhas nas comunicações diplomáticas
  • A questão balcânica
  • Disputas prévias não solucionadas
  • Difícil sistema de alianças entre os países da Europa

Países envolvidos

Considerando um grau de tensão e rivalidades, as nações europeias se dividiram em dois grupos de alianças militares:

  1. Tríplice Aliança: Alemanha, Áustria-Hungria, Império Otomano e Itália
  2. Tríplice Entente: Rússia, Grã-Bretanha e França

A Itália fazia parte da Tríplice Aliança, mas não foi a favor da guerra em seu início. Sendo assim, em 1915 aderiu à Tríplice Entente.

Como é de se perceber, não foram apenas esses países que se envolveram no conflito. Ao lado da Entente estiveram demais países, como Grécia, Estados Unidos, Canadá, Japão e Brasil. Já na Tríplice Aliança, a Bulgária e outros povos e Estados clientes, como o Sultanato de Darfur, se aliaram.

Pós-Primeira Guerra

Segundo historiadores, aproximadamente 70 milhões de pessoas estiveram envolvidas no conflito. Dentro desse número, a maioria eram europeus – cerca de 60 milhões.

O desfecho da Primeira Guerra Mundial acarretou em consequências drásticas para a sociedade, na qual centenas de jovens cresceram traumatizados com o seu drástico e horrorizante saldo de mortos.
As suas consequências caracterizam-se como um dos maiores genocídios do mundo, com cerca de 10 milhões de homicídios.
 Ademais, se configura como o sexto maior conflito mortal da história.
Suas ações abriram portas para uma multiplicidade de revoluções nas nações envolvidas, assim como a reorganização do mapa europeu. Vários países e micro países surgiram, mas tiveram uma existência curta.
Como consequência da derrota alemã, em junho de 1919, foi assinado o Tratado de Versalhes.
A situação mal resolvida na Primeira Guerra, além da insatisfação da Alemanha em ter sido derrotada, colaborou para que, em 1939, um novo confronto acontecesse: a Segunda Guerra Mundial. Até então, a guerra era conhecida como “A Grande Guerra” ou “A Guerra Mundial”.

Algumas curiosidades sobre a Primeira Guerra Mundial

  • Durante a Primeira Guerra Mundial, e de autoria dos britânicos, é que foram criados os tanques de guerra.
  • O registro pioneiro de armas químicas da história se deu na Primeira Guerra, com o uso do gás de mostarda.
  • O potencial da força aérea durante a Primeira Guerra acarretou no desenvolvimento tecnológico para o campo mundial, nas esferas militar, civil e comercial.
  • As primeiras ambulâncias motorizadas também foram usadas no período da guerra.
  • Adolf Hitler, ditador do nazismo, foi um cabo do exército da Alemanha na Primeira Guerra Mundial.
  • No mês de setembro de 1914 uma batalha ocorreu em águas brasileiras, mais precisamente na região Sudeste. Alemães e britânicos entraram em confronto na região do Arquipélago de Trindade, a cerca de 1.200 km da cidade de Vitória.
  • A maior tragédia ferroviária da Europa foi registrada durante a Primeira Guerra Mundial, em dezembro de 1917, na França.
  • De acordo com os historiadores, com a guerra em vigor, os soldados rivais se comunicaram nos campos de batalha. No natal de 1914, no Front Ocidental da França, os soldados alemães e os ingleses cantaram músicas natalinas, desenvolvendo a partir disso um diálogo. Realizaram uma confraternização natalina, ainda que proibido, e improvisaram algumas partidas de futebol entre a véspera e o dia de natal. Depois das comemorações, os envolvidos nas ações pacíficas foram punidos e a guerra continuou.

Isso pode lhe ser útil:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.