Apneia

Continue lendo para conhecer esse distúrbio do sono.

A apneia do sono não é caracterizada simplesmente pelo ato de roncar. Ela ocorre quando um indivíduo possui ruídos e interrupções da respiração repetidamente por, no mínimo, cinco vezes a cada hora.

Sendo assim, enquanto dorme, a pessoa com apneia apresenta períodos com barulhos que são interrompidos por engasgos, que são as pausas de entrada de ar nos pulmões, que podem diminuir a oxigenação sanguínea.

Apneia do sono
Apneia do sono

Muitas vezes, a pessoa que sofre de apneia nem sabe que possui esse distúrbio, por isso, em muitos casos o tratamento é postergado.

Como a redução do oxigênio no sangue pode modificar o funcionamento do sistema nervoso, elevando batimentos cardíacos e estimulando a contração dos vasos sanguíneos, a apneia do sono é considerada um fator de risco para a hipertensão e arritmia cardíaca.

O paciente com apneia pode ter maior facilidade para acumular gordura abdominal e desenvolver resistência a insulina, contribuindo para o surgimento do diabetes tipo 2.

Nas crianças, a apneia do sono pode ser ligada ao aumento das adenoides, de glândulas nasais, problemas nas amígdalas ou em estruturas que ficam na entrada da faringe.

Sintomas da apneia

Confira alguns sintomas da apneia do sono:

  • Respiração ofegante;
  • Roncos e outros ruídos;
  • Sensação de sufocamento;
  • Sono agitado;
  • Dificuldade de concentração;
  • Sonolência durante o dia;
  • Dores de cabeça ao acordar.

Fatores de risco para apneia

Algumas condições podem favorecer o desenvolvimento da apneia como a presença de tumores e consumo excessivo de álcool e tabaco, o excesso de peso, uso de sedativos, aumento de amígdalas e adenoides, etc.

Diagnóstico da apneia

O diagnóstico da apneia é realizado a partir da observação do sono do paciente. O principal relato é sono agitado e com muitos ruídos, ou seja, roncos.

Apneia - Mecanismo de ocorrência.
Apneia – Mecanismo de ocorrência.

Sendo assim, a observação de alguém que mora na mesma casa é de extrema importância para o diagnóstico inicial do distúrbio.

A confirmação e análise do grau da apneia são feitas através de um exame chamado polissonografia, que é realizado em hospital ou clínica especializada.

Na polissonografia, o paciente dorme ligado a um aparelho que irá registrar o batimento cardíaco, a atividade cerebral, a movimentação do globo ocular, a respiração e a oxigenação sanguínea.

Esse exame pode ser feito de forma simplificada por um aparelho que fica no pulso e deve ser levado para o médico no dia seguinte ao uso.

Tratamento da apneia

O tratamento da apneia do sono é feito através de medidas de controle que são traçadas por um médico. As primeiras recomendações visam melhorar os fatores de risco preexistentes como obesidade, ingestão de bebidas alcoólicas e o tabagismo.

Também podem ser usados dilatadores de narina, nos tipos mais leves, ou aparelhos ortodônticos. Além disso, o médico pode sugerir o uso de uma máscara que faz pressão positiva contínua nas vias aéreas, cobrindo o nariz e a boca e jogando o ar para as vias respiratórias.

Apneia - Máscara de pressão positiva contínua das vias aéreas.
Apneia – Máscara de pressão positiva contínua das vias aéreas.

Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More