Brincadeiras regionais

Crianças de todas as idades amam brincar com a família e os colegas. Confira essas brincadeiras regionais para celebrar a cultura nacional!


Brincadeiras são uma parte importante e amada da infância. Nesses momentos, podemos brincar, conhecer novos amigos e desfrutar da alegria de ser criança.

O Brasil é um país muito rico culturalmente. Com uma área de mais de 8 milhões de km², sendo assim, cada região desenvolveu um conjunto de práticas comuns.

Além do vocabulário, música e comida, as brincadeiras também foram caracterizadas de acordo com a região. Para conhecer mais, confira as brincadeiras regionais do Brasil!

Brincadeiras da Região Norte

Macaca

Entre as brincadeiras da região norte, temos a macaca, conhecida em outras regiões do país como amarelinha.

Nela, as crianças devem desenhar uma macaca, ou amarelinha, no chão e numerar as casas de 1 a 10. Além disso, a primeira casa é a Terra e a última é o Céu.

Assim, a primeira criança joga a pedra na casa número um e segue pulando nas demais. Ao chegar no céu, deve girar e retornar, para então continuar a sequência das casas.

Se errar, a próxima criança não pode pisar onde a pedrinha caiu. Ganha aquela que conseguir completar a sequência.

Buraco

Esse jogo típico da região amazônica tem como principal material os caroços de tucumã, que desempenham a função de bolinha de gude.

Primeiramente, os jogadores fazem três buracos no chão de terra, mantendo uma distância de três passos entre eles.

Então, a três passos do primeiro buraco, o participante joga seu caroço. Aquele que acertar o buraco deve tentar acertar, também, os caroços das redondezas para longe do buraco.

A nova posição do caroço é onde a criança deve tentar lançá-lo para dentro do buraco. Dessa maneira, quem acertar primeiro deve prosseguir para o segundo buraco, ganhando aquele que completar o percurso.

Perna de pau

Perna de pau
Brincadeiras da Região Norte – Perna de pau

As pernas de pau, comuns em circos, são utilizadas em brincadeiras infantis do Norte. Nessa versão, as pernas precisam ter uma altura menor, para reduzir a dificuldade.

Batatinha frita

Para brincar, as crianças devem pular e cantar:

Batatinha frita
Frita na manteiga
1, 2, 3
Se mexer vai para o xadrez

Ao finalizar o canto, devem se “congelar”, e aquele que mexer é desclassificado.

Brincadeiras da Região Nordeste

Sete pecados

Iniciando com uma criança responsável por uma bola, essa brincadeira da região nordeste consiste em jogar o objeto para cima ao gritar o nome de um colega, todos posicionados em círculo. Então, o colega deve correr para pegar a bola antes que ela caia.

Enquanto isso, os demais jogadores se espalham. Assim que a criança anunciada pegar a bola, ela deve sinalizar para o restante parar. Em seguida, ela dá sete passos em direção ao participante mais próximo e tenta acertá-lo.

Caso tenha sucesso, a criança acertada deve tentar lançar a bola em outro jogador antes que o grupo forme o círculo novamente. Assim, aquele que for acertado sete vezes deve pagar uma prenda.

Elástico

Brincadeira elástico
Brincadeiras da Região Nordeste – Elástico

Com um elástico de cerca de 6 metros, as crianças amarram as pontas e o estendem. Então, pulam de um lado para o outro, enroscando e se livrando do elástico nos pés.

Trem maluco
Em dupla, as crianças fazem movimentos sincronizados com as mãos ao ritmo da música:

O trem maluco
Quando sai de Pernambuco
Vai fazendo xique-xique
Até chegar no Ceará.
Rebola pai, rebola mãe, rebola filha (põe a mão na cintura e rebola),
Eu também sou da família,
Também quero rebolar.
Um pouquinho de coca-cola, (dedão de cada mão na direção da boca)
Um pouquinho de guaraná.
A danada da professora me ensinou o bê-a-bá.
Sete e sete são catorze
Com mais sete, 21.
Tenho sete namorados
Não me caso com nenhum.
Só me caso com aquele
Que me der um jerimum
Mum-mum (dá uma batidinha na cabeça do colega).

A cada verso as mãos se alternam, com uma mão para baixo, enquanto a outra vai para cima. Depois, uma criança estende a mão para a frente, enquanto o seu parceiro bate as palmas sobre elas, sempre no ritmo.

Essa brincadeira pode ser realizada em formação de trenzinho.

Brincadeiras da Região Centro-Oeste

Balança caixão

Existem inúmeras brincadeiras da região centro-oeste, como a balança-caixão. Para brincar, uma criança deve ser escolhida para ser o rei/a rainha e outra para servir a majestade, colocando sua cabeça sobre o colo da realeza.

As demais crianças se apoiam nas costas do jogador à sua frente enquanto recitam:

Balança caixão
Balança você
Dá um tapa nas costas e vai se esconder

Nesse momento, o último da fila deve dar um tapinha leve no colega a sua frente e se esconder. Essa ação se repete até chegar ao servo, que, por sua vez, precisa procurar os colegas.

Adedonha

Adedonha
Brincadeiras da Região Centro-Oeste – Adedonha

Para iniciar, todos os participantes colocam um número aleatório de dedos na roda. Sendo assim, o número total de dedos corresponde à letra do alfabeto escolhida.

Em seguida, todos devem falar palavras iniciadas com a letra. O primeiro a errar ou não lembrar de uma palavra, leva um tapinha leve na mão.

A adedonha também pode ser feita no papel. Em vez de dizer as palavras em voz alta, escreve-se.

Chocolate inglês

Todas as crianças se colocam de pé em círculo, colocando uma mão sobre a do colega com a palma virada para cima. Assim, devem cantar:

Chocolate inglês, tá na boca do freguês, de primeira qualidade

Logo depois, devem dar um tapa na palma do colega à esquerda, sucessivamente. Ao finalizar a música, aquele que teve a mão tocada por último precisa pisar no pé do colega ao lado.

Caso tenha sucesso, o colega que teve o pé pisado sai da roda. Já se o participante falhar, ele sai da brincadeira.

Brincadeiras da Região Sudeste

Briga de galo

Dentre as brincadeiras da região Sudeste, temos a briga de galo.

Esse jogo fica mais divertido em grupo, uma vez que a torcida confere a animação. Para jogar, uma dupla de crianças se posicionam dentro de um círculo. Dessa forma, cada uma possui um tecido colorido nas suas costas.

Para ganhar, é necessário acertar a cor do tecido fixado no adversário, procurando visualizar sem sair do círculo.

Rouba-bandeira

Em um espaço amplo, as crianças dividem o campo em dois. Em cada ponta, posicionam um pano que simboliza a bandeira. Em seguida, devem planejar estratégias para conquistar a bandeira adversária enquanto protege a própria sem ser pego.

Se um jogador é pego, ele deve ficar imóvel até que um colega do mesmo time o toque.

Vaca amarela

Brincadeira de criança - Silêncio
Brincadeiras da Região Sudeste – Vaca amarela

Após cantar a seguinte música, o jogador que falar primeiro perde.

Vaca amarela pulou a janela
Fez cocô na panela
Mexeu, mexeu, mexeu
Quem falar primeiro come todo o cocô dela
Um, dois, três, cala a boca japonês
Chinês, fecha os olhos de uma vez.

Serra, serra, serrador

Uma dupla de crianças deve juntar as mãos e balançar para frente e para trás enquanto cantam a música:

Serra, serra, serrador! Serra o papo do vovô! Quantas tábuas já serrou?

Dessa forma, uma deve escolher um número e, sem soltar as mãos, giram juntas até atingir o número.

Brincadeiras da Região Sul

Bodoque

Uma das brincadeiras da região sul é o bodoque, conhecido em outros estados como estilingue.

Com o brinquedo, as crianças devem tentar acertar objetos no estilo de tiro ao alvo. Assim, o ideal é que a criança faça o próprio bodoque de madeira e elástico.

Cinco Marias

Brincadeira Cinco Marias
Brincadeiras da Região Sul – Cinco Marias

Essa brincadeira tradicional consiste em encher cinco saquinhos de tecido com arroz, ou farinha, e lançar um para cima enquanto tenta juntar os demais.

Inicia-se com uma Maria lançada, depois duas, e assim sucessivamente.

Ciranda, cirandinha

Em círculo, as crianças cantam a cantiga tradicional:

Ciranda Cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar
O Anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou
Por isso dona (nome da criança)
Faz favor de entrar na roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá embora

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More