Como fazer uma crônica

A crônica é um texto curto muito utilizado para desenvolver as capacidades de escrita e criatividade. Confira como fazer uma crônica.

0

Uma crônica é um texto muito útil na hora de começar a escrever conteúdos criativos. Com ela, é possível usar como inspiração o cotidiano para desenvolver as habilidades de escrita, narração e, também, a criatividade.

A crônica é um gênero textual misto que nasceu dos folhetins na França no século XIX. Com elementos jornalísticos e literários, a palavra crônica é derivada do grego chronos, que significa “tempo”.

Sendo assim, a crônica é um recorte temporal que discute assuntos do momento. Confira como escrever uma crônica.

Características da crônica

A crônica deve ser curta e trazer o tema essencial: o cotidiano. Por retratar assuntos comuns, a linguagem deve ser mais coloquial. Sendo assim, torna-se possível o desenvolvimento de mais personalidade por meio da escrita, com termos regionais e marcas pessoais.

O objetivo da crônica é provocar um novo olhar sobre uma situação corriqueira. Por isso, ao longo do texto e, principalmente, no final, o leitor deve ser estimulado a pensar diferente sobre o tema escolhido pelo autor.

Tipos de crônica

Confira três tipos de crônica:

1 — Crônica jornalística

Nesse subgênero, a crônica apresenta aspectos específicos de determinadas notícias ou conceitos. Também, pode possuir um tom argumentativo, sendo contra ou a favor de um tema relevante.

Normalmente publicado em jornais ou revistas, esse estilo de texto costuma retratar os assuntos anteriormente publicados nos veículos de comunicação.

2 — Crônica humorística

Nesse tipo de texto, a crônica tem como objetivo proporcionar humor por meio de acontecimentos cotidianos. À vista disso, cada autor tem seu próprio método de construir humor, seja com tom irônico, ligações inusitadas ou assuntos naturalmente engraçados.

3 — Crônica narrativa

Uma crônica narrativa possui espaço para o desenvolvimento de uma história curta com base na vida real. Dessa forma, possui um enredo, tempo, local e personagens.

Estrutura da crônica

A crônica tem uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão, como muitas produções textuais. Contudo, ela possui algumas especificidades, como uma introdução breve, que possibilita um mergulho rápido no desenvolvimento.

Por sua vez, o desenvolvimento dispõe de uma descrição de um caso cotidiano de escolha do autor. Esse caso é trabalhado de acordo com o tipo de crônica. Por último, a conclusão apresenta o ápice de uma reflexão ou opinião.

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.