Reprodução assexuada

Esse tipo de reprodução acontece sem participação de gametas e forma clones!

0

Na reprodução assexuada não há participação de gametas, por isso, não ocorre mistura de material genético, nem variabilidade genética.

Os indivíduos formados por reprodução assexuada são todos idênticos entre si, por isso são chamados de clones.

Esse tipo de reprodução é mais simples e mais rápida que a reprodução sexuada, que envolve a formação de gametas.

Na reprodução sexuada não existe meiose, uma ou mais células diploides (2n) do organismo progenitor dá origem a outro ser vivo por divisões mitóticas.

Tipos de reprodução assexuada

Apesar de ser mais simples que a produção de gametas, existem vários tipos de reprodução assexuada diferentes, vamos conhecê-los a partir de agora.

  • Divisão binária, cissiparidade ou bipartição

Na divisão binária, um indivíduo se divide em dois, ou seja, não existe um progenitor, pois surgirão dois indivíduos novos, mas que contêm o mesmo material genético. Esse é o tipo de reprodução que ocorre em bactérias e protozoários.

Reprodução assexuada - Divisão binária
Reprodução assexuada – Divisão binária
  • Brotamento

No brotamento, um indivíduo adulto forma pequenas estruturas chamadas de brotos que se soltam do corpo dele e passam a ter vida livre, dando origem a um novo ser. Esse tipo de reprodução é típico em fungos, poríferos e cnidários.

Reprodução assexuada - Brotamento
Reprodução assexuada – Brotamento
  • Esporulação

Como o próprio nome diz, na esporulação ocorre a formação de esporos, que irão germinar quando encontrarem condições favoráveis, dando origem a um novo ser.

Diferentemente dos esporos formados na reprodução sexuada que são haploides (n), os esporos formados durante a esporulação são diploides (2n).

O bolor do pão é formado por esporulação de fungos.

Reprodução assexuada - Esporulação
Reprodução assexuada – Esporulação
  • Fragmentação

Na fragmentação, um pedaço de um indivíduo adulto pode dar origem a um novo ser vivo. Entre os animais, esse tipo de reprodução é comum nas planárias e equinodermos, como a estrela-do-mar onde cada um dos seus braços é capaz de originar um novo indivíduo.

Nas plantas esse tipo de reprodução é chamado de propagação vegetativa ou estaquia. Ela pode ocorrer tanto naturalmente quando por manipulação humana.

Dependendo da espécie, qualquer parte da planta pode dar origem a outro indivíduo.

Reprodução assexuada - Fragmentação por estaquia.
Reprodução assexuada – Fragmentação por estaquia.

Reprodução assexuada e reprodução sexuada

A reprodução assexuada é um tipo de reprodução sem troca de material genético, portanto forma indivíduos com o mesmo material genético.

Já a reprodução sexuada envolve a troca de gametas entre dois indivíduos, o que garante a variabilidade genética para a espécie.

Mapa mental - TIpos de reprodução
Mapa mental – Tipos de reprodução

Clique aqui para baixar esse mapa mental em PDF!

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.