Revolução Meiji

A Revolução Meiji foi o período de modernização vivido pelo Japão entre os séculos XIX e XX.


A Revolução Meiji é o nome dado ao período de desenvolvimento, modernização e industrialização vividos pelo Japão, entre os séculos XIX e XX.

É também chamado de Renovação Meiji, pois esta fase foi marcada pela transformação do Império do Japão em um Estado-nação.

Com isso, o governo do país abandonou o caráter ditatorial, feudal e teocrático da Era Xogunato Tokugawa e dos samurais (guerreiros profissionais).

A Revolução Meiji propiciou um governo moderno e democrático, consequência da abertura dos portos que antes se encontravam fechados para o comércio externo. Além disso, o sistema feudal impedia o desenvolvimento da urbanização do Japão.

Tal renovação vivida pelo país foi fundamental para, hoje, ele ser considerado uma das maiores potências do mundo.

Resumo – Revolução Meiji

Até a chegada dos primeiros navios mercantis portugueses, em 1542, o Japão esteve isolado do Ocidente.

O primeiro contato entre eles não foi positivo, pois os portugueses tinham o objetivo de difundir a fé cristã entre os japoneses. Com isso, no início do século XVII, o governo do Japão determinou a execução de milhares de japoneses cristãos, além de decretar o fechamento dos portos.

Durante os séculos XVII e XIX, o Japão foi controlado pelo xogum, um governante que possuía amplos poderes. Nessa época, o país contava com a presença de uma aristocracia numerosa que comandava o poder local por meio dos samurais.

Com o passar dos anos, o poder da família Tokugawa, sob o Xogunato, acabou provocando desavenças com os grandes fazendeiros.

A partir da década de 1850, países ocidentais começaram a criar estratégias políticas visando pressionar a abertura dos portos japoneses.

Em 1854, navios norte-americanos comandados pelo almirante Perry, obrigaram os japoneses a abrirem seus portos ao mercado mundial. Sob diversas ameaças militares, eles se viram obrigados a concordar com alguns tratados comerciais que envolviam vários países.

Com o objetivo de reagir à tal dominação, os japoneses autorizaram que seus jovens estudassem em universidades europeias e estadunidenses voltadas para a tecnologia e ciência.

Passado algum tempo, a população do Japão já tinha conhecimentos suficientes para criarem suas próprias indústrias. Rapidamente, tal modernização atingiu também o campo político, com a Revolução Meiji.

Ocorreram manifestações contrárias ao domínio do Xogunato. Apoiado pela Marinha e pelo Exército, Mutsuhito (1852-1912), o imperador Meiji, liderou diversas reformas que transformaram o âmbito político, social e econômico do Japão.

Foram feitos investimentos em indústrias de base e no desenvolvimento agrícola. Os impostos arrecadados eram convertidos em investimentos na economia e nas forças armadas.

Rapidamente o Japão se transformou em um dos países mais modernos do mundo. No final do século XIX, eles integraram as nações imperialistas, dominando regiões da Coreia, China e atual Taiwan.

O início do século XX foi marcado pela rivalidade entre os Estados Unidos e o Japão pela região do Pacífico.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More