Júpiter, o senhor dos céus e das nuvens na Mitologia Romana

Júpiter é o principal deus da Mitologia Romana. Ele era representado com um raio na mão, o que simbolizava os céus e as nuvens.

0

Os deuses romanos são divindades da Mitologia Romana. Cada entidade representa os sentimentos humanos ou as forças da natureza. Praticamente todas essas divindades possuem seus correlatos gregos, por isso, existe a união da mitologia greco-romana.

O deus Júpiter, também conhecido como Zeus na mitologia grega, é o senhor dos céus e das nuvens. Por isso, é representado empunhando um raio. Além disso, ele era considerado o Rei dos Deuses e, em Roma, o grande guardião do Estado.

Júpiter e Zeus

Geralmente, Júpiter é relacionado a Zeus. Apesar disso, existem outros três deuses que, de acordo com o filósofo Cícero, são denominados Júpiter:

  1. Júpiter — filho de Éter
  2. Júpiter — filho do Céu e pai de Minerva
  3. Júpiter — filho de Saturno

Os Titãs

Antes de Júpiter ser o rei do céu e da terra, o mundo era governado por uma poderosa família chamada Titãs. Eram seis irmãos e seis irmãs. O pai era o Céu, Urano, e a mãe era a Terra, Gaia.

O mais novo Titã era Saturno que, com a ajuda da sua mãe, derrotou seu pai e tornou-se governante. Seu governo durou muito tempo. Todos eram felizes na conhecida como Idade Ouro de Saturno.

Apesar dos tempos gloriosos, a Idade Ouro de Saturno chegou ao fim. Sua mãe, Gaia, falou que os próprios filhos do deus também o derrotariam. Por este motivo, Saturno passou a comer todos os seus filhos.

Nascimento de Júpiter

O pai de Júpiter, Saturno, sabia que seria afastado de seu trono graças a um filho. Para evitar isso, ele devorava todos os seus filhos, ainda recém-nascidos. Assim que Júpiter nasceu, em vez do bebê, sua mãe entregou uma pedra a Saturno, que engoliu sem perceber.

Júpiter foi entregue às ninfas da floresta em que havia nascido. Por ter sido criado longe, na ilha de Creta, cresceu sendo alimentado pela cabra Amalteia. Quando o animal morreu, o deus usou a pele dela para fazer uma armadura, que ficou conhecida como Égide.

Rebelião

Assim que Júpiter chegou à idade adulta, ele enfrentou seu pai. Na ocasião, lhe entregou uma droga e o pai vomitou todos os filhos que havia devorado para que não o tomassem o trono.

Assim que os irmãos foram libertos, foi empreendida uma revolta. Então, Saturno procurou seus irmãos para combaterem o deus rebelde. Ele casou-se com Juno, sua irmã e filha preferida de Cibele.

Os filhos de Júpiter

Júpiter teve filhos de deusas e mulheres. Quando o deus se apaixonava por mortais, assumia formas para poder se aproximar delas. Conheça as histórias do deus e algumas mulheres:

Juno

Juno era a irmã de Júpiter. Nessa relação, tiveram quatro filhos, os considerados divinos, sendo: Lucina, deusa do parto e das gestantes, Juventa, deusa da juventude, Marte, deus da guerra, e Vulcano, artista celestial.

Sémele

Sémele era uma mortal. A jovem, durante sua gravidez, insistiu que deveria conhecer o pai de seu filho. Então, quando Júpiter assumiu sua forma, Sémele morreu. O deus tomou o feto e colocou-o na barriga da perna, terminando a gestação. Dessa forma, nasceu Baco.

Europa 

Para conquistar a princesa Europa, Júpiter tomou a forma de um touro branco. Dessa união, nasceram Minos, Radamanto e Sarpedão.

Alcmena

Alcmena era esposa de Anfitrião. Para conquistá-la, assumiu a forma de seu marido, isso com a ajuda de Mercúrio. Assim, nasceu Hércules.

Curiosidades sobre Júpiter

Confira algumas curiosidades sobre o deus Júpiter:

  • Júpiter era implacável e estabelecia punições caso alguém o enganasse durante negociações.
  • No Egito, Júpiter é conhecido como Ámon.
  • Júpiter foi o primeiro deus a ser cultuado em diversos locais do mundo.
  • Não sacrificavam vítimas humanas para Júpiter.

Veja também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.