Eugenia

Continue lendo para entender um conceito antigo sobre melhoramento de raças.


O que é eugenia? A eugenia é o processo em que características genéticas de seres humanos são selecionadas para melhorar gerações futuras.

Esse termo surgiu no século 19, em 1883. É uma palavra derivada do grego e significa “bom de origem”, ou “bem-nascido”, e foi criada pelo inglês Francis Galton (1822–1911).

Na teoria da eugenia, acredita-se que existam raças superiores, que conseguem se estabelecer melhor nos ambientes, e tenta-se aplicar na espécie humana a teoria da seleção natural de Charles Darwin (1809–1882).

Eugenia - Busca por características perfeitas da raça humana.
Eugenia – Busca por características perfeitas da raça humana.

Histórico para eugenia

A eugenia é uma prática muito antiga defendida por Platão como forma de melhorar seres humanos através da permissão seletiva à vida. Para ele, a reprodução humana deveria ser controlada pelo Estado.

Essa teoria recebia o apoio supremo de políticos e cientistas, e chegou a compor a legislação de 30 estados norte-americanos.

No início do século 20, a eugenia era considerada uma ciência e foi o assunto de muitos debates e pesquisas científicas que procuravam respostas para a transmissão de características humanas e a influência delas na sociedade.

Francis Galton chegou a propor um sistema de casamentos arranjados para melhorar a raça humana, no que ele chamou de eugenia positiva.

Ao mesmo tempo, a eugenia negativa falava em eliminação dos indivíduos que não estivessem adequados à sociedade.

O matemático Karl Pearson (1857–1936) também era um entusiasta da eugenia. Para ele, as altas taxas de natalidade das pessoas pobres eram ameaças à civilização e, para evitar isso, ele sugeria que raças superiores deveriam suplantar raças inferiores.

A eugenia só começou a ser questionada após a Segunda Guerra Mundial, depois dos nazistas terem esterilizado mais de 140 mil judeus compulsoriamente e matado mais de 6 milhões de pessoas em campos de concentração.

Eugenia nazista

O Partido Nazista começou a esterilizar e eliminar indivíduos que eles consideravam inferiores em 1930, baseando-se em ideias americanas sobre eugenia.

Eugenia - "Liga das garotas alemãs"de Hitler, durante o nazismo.
Eugenia durante o nazismo – “Liga das garotas alemãs”, de Hitler.

Esse processo, chamado pelos nazistas de “higiene racial”, ultrapassou os limites de controle de natalidade de pobres e fez surgir os campos de concentração.

Nos campos de concentração os judeus foram escravizados e eliminados utilizando câmaras de gás e grandes fornalhas para incinerar os corpos.

A eugenia só foi estigmatizada durante os julgamentos de Nuremberg, quando os Estados Unidos retiraram a prática de higiene racial de suas políticas oficiais, mudaram nomes de instituições e condenaram atividades de esterilização.

Eugenia no Brasil

Na América do Sul, o Brasil foi o primeiro país a apoiar a eugenia no século 20. A busca em garantir uma raça superior se baseava no racismo e no impedimento da imigração.

Em 1929, ocorreu no Rio de Janeiro o Primeiro Congresso de Eugenia do Brasil, onde foram discutidas iniciativas para manter uma raça superior no país, considerando questões biológicas e sociais.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More