Nazismo

O Nazismo foi um movimento ideológico caracterizado pela intolerância e totalitarismo, se tornando responsável por milhares de mortes. Surgiu na Alemanha no momento em que o país tentava superar a derrota na I Guerra Mundial.

0

O que foi o Nazismo? O Nazismo foi um movimento ideológico, que se caracterizou pelo autoritarismo, totalitarismo e valorização do nacionalismo.

Surgiu na Alemanha logo após a Primeira Guerra Mundial – mais especificamente em 1920 – e alcançou grande influência no âmbito político da Alemanha. Foi responsável pela morte de milhares de pessoas, principalmente de judeus, ciganos, negros e homossexuais.

Tinha como líder Adolf Hitler, que assumiu o poder alemão em 1933.

Origem do Nazismo

O Nazismo consistia em um mistura de preconceitos a respeito de uma suposta “superioridade” da raça ariana. Os alemães acreditavam que eram superiores a todas as outras raças, principalmente aos judeus.

Já no século XIX, habitavam na Alemanha pessoas que defendiam pensamentos extremistas, que envolviam o nacionalismo extremado, a valorização da guerra, a aversão aos judeus (antissemitismo), o racismo, entre outros.

Acreditavam na existência de um povo biologicamente “superior”. Assim nasceu o arianismo, que sustentava a crença de que os alemães eram naturalmente superiores a outros povos.

Além desses aspectos, o nazismo encontrou no território alemão – já abalado pela derrota na Primeira Guerra Mundial – solo fértil para a difusão de pensamentos intolerantes e preconceituosos. Com a derrota alemã na Primeira Guerra Mundial, a Alemanha sofreu fortes penalidades.

O Tratado de Versalhes impôs duras sanções à Alemanha, como a perca de diversos territórios, a proibição de ter um grande exército, além de ter que pagar uma alta indenização aos países vencedores.

Eles encararam as penalidades do tratada com indignação e humilhação. Após isso, a Alemanha viveu uma profunda crise econômica, abrindo caminho para a consolidação de partidos de extrema-direita.

O período pós-primeira guerra foi conturbado para o país, pois a sua economia estava em ruínas com a desvalorização da moeda e altas taxas de desemprego.

Grande parte da população alemã achava que seria impossível o país sair derrotado da guerra. Tal ressentimento se aliou ao saudosismo militarista, com o sentimento de saudade de um exército forte e capaz. Essa sensação espalhou violência pelo país, tamanha era a revolta da população.

Foi nesse contexto de instabilidade econômica e social que o nazismo encontrou um solo fértil para a sua perpetuação.

Em 1920, surge o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães, em que Hitler se torna rapidamente a principal figura.. A partir desse momento, o Nazismo passa a se firmar nos quadros políticos da Alemanha.

O partido, além de ter uma organização militar extremamente disciplinada, que obedecia cegamente o chefe do partido, possuía um programa que denunciava judeus, marxistas e estrangeiros.

Em 1923, tentou-se um golpe de estado. Contudo, foi fracassado e muitos agitadores foram presos, inclusive Hitler. Na prisão, ele escreveu o livro Minha Luta (Mein Kampf), que pregava ideologias do nazismo, como: antissemitismo, exaltação da guerra, racismo, nacionalismo extremado, etc.

Ao sair da prisão, Hitler organizou seu partido e a juventude e declarou apoio a diversas associações.

Holocausto

O Holocausto foi o extermínio cometido pelo regime nazista ao longo da Segunda Guerra Mundial. Matou cerca de seis milhões de pessoas (incluindo judeus, ciganos, negros, homossexuais) nos campos de concentração alemães.

Esses povos eram vistos como uma “raça inferior” e por isso, precisavam ser exterminados.

Ele foi o resultado final de um processo que vinha sendo construído principalmente contra os judeus que já vinham sofrendo discursos de ódio desde o século XIX.

Essa perseguição aos judeus foi chamada de antissemitismo, que significa aversão/ódio ao povo judeu.

O extermínio praticado contra os grupos minoritários, sobretudo os judeus, terminou em 1945, junto com o fim da Segunda Guerra Mundial.

Características do Nazismo

Algumas características do nazismo são:

  • Nacionalismo;
  • Centralização do poder;
  • Culto ao líder;
  • Totalitarismo;
  • Antidemocracia;
  • Racismo;
  • Antissemitismo;
  • Uso dos meios de comunicação.

Neonazismo

O Neonazismo, surgiu após a Segunda Guerra Mundial. É uma ideologia que resgata os elementos nazistas de Adolf Hitler. Se desenvolveu dentro de grupos radicais de extrema-direita, se pautando por doutrinas de intolerância e culto a violência, sob a justificativa de exterminar grupos “impuros”.

É um grupo – assim como o nazismo da primeira metade do século XX – que acredita na soberania da raça ariana. Pregam o racismo, xenofobia, antissemitismo, homofobia, dentre outros. Existem movimentos neonazistas espalhados em todo o mundo – inclusive no Brasil.

A apologia ao nazismo é proibida em diversos países, sendo uma prática criminosa.

Fascismo e Nazismo

Ambos são regimes políticos totalitários e com aspirações semelhantes, porém, são movimentos que ocorreram em épocas diferentes.

O fascismo é anterior ao nazismo. Ele surgiu na Itália, por volta da década de 1910, com Benito Mussolini. Ele comandou a Itália de 1922 a 1943.

Já o nazismo, ocorreu na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945) e foi encabeçado por Adolf Hitler.

Contudo, o nazismo se desenvolveu nos moldes do fascismo.

Filmes sobre o Nazismo

Listaremos a seguir alguns filmes importantes para se compreender esse período:

  1. O menino do pijama listrado (2008)
  2.  A lista de Schindler (1993)
  3. A vida é bela (1997)
  4. Olga (2004)
  5. Um ato de liberdade (2008)
  6. Bastardos Inglórios (2009)
  7. O pianista (2002)
  8. O trem da vida (1998)
  9. O grande ditador (1940)
  10. A queda! As últimas horas de Hitler (2004)

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.