Organelas – Lisossomos

A organela citoplasmática responsável pela digestão de partículas!

Os lisossomos são organelas citoplasmáticas fabricadas pelo aparelho de Golgi. Eles estão presentes na maior parte das células eucariontes e estão envolvidos com reparo de membrana e secreção de substâncias.

A principal função dos lisossomos é a digestão celular, ou seja, degradar moléculas orgânicas, por isso o interior dos lisossomos é repleto de enzimas digestivas.

Essa digestão intracelular pode ser tanto pelo processo de fagocitose quanto pela autofagia.

Estrutura dos lisossomos

Os lisossomos são esféricos e delimitados por membrana plasmática. O interior dessas organelas possui muitas enzimas que irão catalisar o processo de digestão intracelular.

As enzimas presentes nos lisossomos são hidrolases que atuam em ambientes ácidos, por isso a digestão ocorre dentro do lisossomo e não prejudica os outros componentes celulares.

Entre as enzimas dos lisossomos podemos citar:

Lisossomos

Lisossomos primários e secundários

O complexo de Golgi sintetiza pequenas vesículas que se soltam e dão origem aos lisossomos primários.

Os lisossomos primários ficam livres no citoplasma da célula até que ela englobe uma partícula externa por endocitose.

A endocitose dessa partícula forma outra vesícula chamada de endossomo, que irá se fundir ao lisossomo primário e dar origem ao lisossomo secundário.

Sendo assim podemos dizer que:

  • Lisossomo primário: lisossomo recém-sintetizado pelo complexo de Golgi e ainda não iniciou nenhum processo de digestão intracelular.
  • Lisossomo secundário: lisossomo primário unido a um endossomo contendo uma partícula para ser digerida, ou seja, é um lisossomo em plena atividade metabólica de digestão.

Fagocitose

A fagocitose é um tipo de endocitose onde ocorre a digestão de partículas sólidas que a célula recebe do meio externo.

Para englobar a partícula no meio exterior, as células emitem projeções de suas membranas e do citoplasma, os chamados pseudópodes, e são eles que englobam a partícula e a levam para dentro da célula.

O sistema imunológico dos humanos realiza fagocitose quando ataca agentes patológicos, chamados de antígenos.

Depois de englobar o antígeno, que pode ser um vírus ou uma bactéria, por exemplo, essa vesícula passa a ser chamada de fagossomo e é liberada no citoplasma da célula.

O fagossomo irá se fundir a um lisossomo e as enzimas começarão a realizar a digestão do antígeno.

Autofagia

As organelas e outros componentes celulares envelhecem com determinado tempo de trabalho e elas estão em constante processo de reciclagem.

Para que não haja acúmulo de organelas velhas e inativas dentro das células, o processo de autofagia ocorre.

Na autofagia, as organelas que já não são mais úteis ou não funcionam adequadamente são digeridas pela própria célula, realizando assim a limpeza do ambiente intracelular.

Em alguns casos, também pode ocorrer autofagia com alguns nutrientes, assim as células conseguem manter a homeostase.

Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More