Projeto Educativo para Educação Infantil – Recitando trava-línguas

O trava-língua é um jogo oral que exige dos seus participantes clareza na pronúncia de frases. Confira sugestões para levar o tema para as aulas.

0

O trava-língua é um jogo oral que exige dos seus participantes objetividade e clareza na pronúncia de versos e frases.

Frequentemente, este jogo cobra muita concentração, visto que há sílabas complicadas de se pronunciar e/ou com sonoridade semelhantes, apesar do ordenamento distinto.

Vale ressaltar que na língua portuguesa existe uma multiplicidade de trava-línguas. Existem trava-línguas simples, medianos e complexos. Todos podem ser trabalhados nos mais variados níveis da educação básica.

No que concerne à educação infantil, é relevante frisar que o trava-línguas auxilia as crianças no desenvolvimento da fala e no processo de alfabetização, pois melhora a dicção. O jogo também ajuda no aumento do vocabulário e promove maior sociabilização.

Considerando estes aspectos, preparamos um plano de aula sobre trava-línguas destinado à educação infantil.

Nossa proposta é que, por meio de uma dinâmica lúdica e encantadora, as crianças possam desenvolver habilidades orais e ampliar os conhecimentos culturais através da recitação de trava-línguas simples.

Recitando trava-línguas

Justificativa:

As crianças são indivíduos em processo de ensino-aprendizagem. Durante este processo, é imprescindível que os pais, familiares e docentes estejam dispostos a estimulá-las no desenvolvimento de suas habilidades inatas e possibilitarem a implantação e promoção de recursos culturais.

Sob esta perspectiva, é comum as crianças, principalmente as mais novas, chegarem na escola com dificuldade de reconhecimento de sons, com problemas de dicção, trocando letras e palavras espelhadas.

Tomando por base esta realidade, é função do educador possibilitar melhorias neste quadro tão frequente em sala de aula.

Por isso, acreditamos que o desenvolvimento de um projeto de recitação de trava-línguas possa contribuir com os pontos aqui destacados.

Objetivos:

  • Possibilitar enriquecimento linguístico das crianças;
  • Ajudar no processo de alfabetização;
  • Promover um maior reconhecimento de sons e palavras espelhadas;
  • Despertar o interesse cultural dos pequenos;
  • Trabalhar a dicção das crianças;
  • Promover maior sociabilização;
  • Despertar vínculos afetivos entre as crianças e demais componentes da escola.

Desenvolvimento:

PUBLICIDADE

01- Inicialmente, faça uma contextualização sobre os trava-línguas em sala de aula. Lembre-se de pontuar a relevância dos trava-línguas e sua circulação na sociedade. Isso situará as crianças no assunto.

02- Logo em seguida, apresente os seguintes trava-línguas aos pequenos: “O rato roeu a rica roupa do rei de Roma”, “Casa suja, chão sujo”, “Chega de cheiro de cera suja”, “A babá boba bebeu o leite do bebê” e “Teto sujo, chão sujo”.

03- Depois de exposto os trava-línguas e tendo observado as reações das crianças diante destas expressões, diga que elas participarão de um recital de trava-línguas para toda escola.

04- Explique que neste recital elas dramatizarão os trava-línguas que foram apresentados. Observação: este exercício fará com que os pequenos internalizem o conteúdo e adquiram gosto em aprofundar mais em assuntos correlatos.

05- Depois, divida os pequenos em cinco grupos e distribua entre esses grupos os trava-línguas destacados.

06- Tenha em mente que este projeto de recitação durará, aproximadamente, uma semana. Então, esta apresentação dos trava-línguas aos pequenos e divisão dos grupos ocorreria em uma aula, os preparativos em duas ou três e a apresentação em outra aula.

07- Com cada criança em seu respectivo grupo, auxilie no planejamento e execução da dramatização. Distribua os personagens, alinhe as falas, pense em estratégias de memorização de trava-línguas e busque caracterizá-los com fantasias.

08- Para efetivação deste projeto prepare o espaço da teatralização. Reserve, limpe e decore um lugar bem apresentável na escola. Para isso é importante a comunidade escolar acolher esta ideia.

09- Tire cópias dos trava-línguas que serão apresentados e distribua entre os espectadores do recital. Assim, eles acompanharão simultaneamente a apresentação e a leitura dos trava-línguas.

10- Após a recitação e dramatização dos trava-línguas, em sala de aula peça uma autoanálise das crianças sobre o projeto e sobre o empenho delas diante deste desafio. Pergunte o que elas acharam, se elas gostaram, se tiveram dificuldades na pronúncia e memorização dos trava-línguas, quais pontos poderiam melhorar em futuros projetos e quais os melhores momentos da recitação.

11- Depois de escutar as perspectivas dos pequenos, considere os pontos levantados e aproveite-os para futuros projetos.

12- Para finalizar, peça a eles uma produção, própria/genuína, de um trava-língua.

13- Após a criação dessas produções, peça para cada um ler em voz alta seu próprio trava-língua. Observe o ritmo e a velocidade que a criança lê o trava-língua.

14- Por último, exponha as criações dos alunos nas paredes da escola, para que toda a comunidade escolar tenha contato com essas produções.

Leia mais:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.