Quem foi Aristóteles?

Ao lado de Sócrates e Platão, Aristóteles foi um dos mais importantes filósofos gregos. Discípulo de Platão, Aristóteles sistematizou o conhecimento e desenvolveu o empirismo.

0

Ao lado de Sócrates e Platão, Aristóteles foi um dos mais importantes filósofos gregos. Suas classificações sistemáticas do conhecimento foram base para a Filosofia Escolástica e Moderna, assim como outras ciências modernas surgidas a partir do século XVI.

Aristóteles estudou e escreveu sobre lógica, metafísica, política, ética, retórica, entre diversos outros assuntos. Discípulo de Platão, o filósofo grego é considerado um dos fundadores da filosofia ocidental.

Quem foi Aristóteles?

Aristóteles nasceu em Estagira, na Macedônia, no ano de 384 a.C. Filho do médico do rei Amintas III, recebeu desde pequeno uma formação em Ciências Naturais, o que provavelmente explica o profundo interesse futuro de Aristóteles por biologia e fisiologia.

Aos 17 anos, partiu para Atenas e ingressou como estudante na Academia de Platão, onde conheceu o filósofo e se tornou um de seus alunos preferidos. Nesse período, se aprofundou nos estudos platônicos sobre o ser e sobre a essência das coisas, estudando dialética, política e as ideias socráticas.

Permaneceu por vinte anos na Academia, onde se tornou professor, e saiu com a morte de Platão, em 347 a.C. Saindo de Atenas, parte para Atarneu e, posteriormente, para Assos. Ao retornar para Atenas, funda sua própria escola e começa a educar o filho de Filipe II da Macedônia: Alexandre, O Grande.

Em todas as áreas, a escola coletou manuscritos e criou a primeira grande biblioteca da antiguidade. No entanto, em 323 a.C., com a morte de Alexandre, começa-se em Atenas uma forte reação antimacedônica. Por sua forte ligação com seu aluno, Aristóteles foge em direção a Cálcides.

Estava prestes a ser preso, quando conseguiu escapar a tempo. Morreu um ano depois, aos 62 anos, por causas naturais.

Principais ideias de Aristóteles

Platao e Aristoteles
Platão aponta o dedo para cima, referindo-se ao conhecimento que está no mundo das ideias. Já Aristóteles, com sua mão espalmada para baixo, sinaliza o mundo prático. Rafael Sanzio (1509)

A filosofia de Aristóteles abrange: a natureza de Deus (Metafísica), do homem (Ética) e do Estado (Política).

Para Aristóteles, Deus não é o Criador, mas o Motor do Universo, isto é, Deus é o investigador de todo o pensamento, primeiro e último Motor do Mundo. O filósofo defendia que a felicidade é o único objetivo do homem e que, para ser feliz, é preciso fazer o bem ao próximo.

Sendo assim, o homem é um ser social e mais precisamente, um ser político. Cabe ao Estado garantir o bem-estar e a felicidade dos seus governados.

Podemos afirmar que o maior legado deixado por Aristóteles foi a classificação sistemática das áreas do conhecimento, a lógica e a introdução do conhecimento empírico como válido para a obtenção de qualquer conhecimento prático sobre o mundo.

Leia também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.