Retrovírus

Tipo de vírus que possui o RNA como material genético. Vamos conhecê-lo?

0

Os retrovírus são um grupo de vírus que possuem o genoma composto por RNA, uma fita simples que é associada a uma enzima chamada de transcriptase reversa.

Eles fazem parte da família Retroviridae e foram os primeiros a serem descobertos em 1904.

Classificação de Baltimore

Os vírus podem ser classificados pela constituição do seu genoma e tipo de fita genética que apresentam. O microbiologista David Baltimore propôs, em 1971, sete classes para ordenar os vírus:

  • Classe I: vírus que possuem DNA fita dupla;
  • Classe II: vírus que possuem DNA fita simples;
  • Classe III: vírus com RNA fita dupla;
  • Classe IV: vírus que apresentam RNA fita simples positiva;
  • Classe V: vírus que possuem RNA fita simples negativa;
  • Classe VI: vírus que têm RNA fita simples positiva com um DNA intermediário;
  • Classe VII: vírus que apresentam DNA fita dupla com RNA intermediário.

Os retrovírus pertencem à classe VI da classificação estabelecida por Baltimore.

Retrovírus e a transcriptase reversa

Os retrovírus se replicam com ajuda da enzima transcriptase reversa, a presença dessa enzima é uma característica importante dos retrovírus.

O processo de replicação recebe o nome de transcrição reversa, pois essa enzima é capaz de fazer o processo inverso da construção da fita de DNA. Isso implica dizer que transcriptase reversa pode formar uma cadeia dupla de DNA a partir de uma cadeia simples de RNA.

A transcrição reversa é uma característica exclusiva dos retrovírus. Depois da formação do DNA retroviral, a fita de RNA se degrada e o DNA retroviral que foi produzido se associa ao DNA cromossômico da célula hospedeira e passa a se multiplicar juntamente a ela.

Vale a pena ressaltar que o DNA retroviral é capaz de produzir novas fitas de RNA que darão origem ao genoma dos novos retrovírus.

Retrovírus - Transcriptase reversa
Retrovírus – Transcriptase reversa

Doenças causadas por retrovírus

Os retrovírus podem causar algumas infecções no corpo dos humanos, alguns deles atacam diretamente os linfócitos T, causando baixa imunidade no indivíduo.

Esse é o caso do vírus HIV e do vírus T-linfotrópico humano, o HTLV. Esses são os dois retrovírus mais conhecidos por atacar o corpo humano e essas infecções podem deixar danos irreversíveis no sistema imunológico.

Alguns tipos de retrovírus podem induzir células hospedeiras a se multiplicarem por mitose sem controle e dar origem a tumores que podem ser malignos, ou seja, alguns retrovírus também podem ser o ponto de partida para o desenvolvimento do câncer.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.