Acidente Vascular Cerebral – AVC

Continue lendo para conhecer melhor essa doença que afeta o cérebro dos humanos!

Acidente Vascular Cerebral (AVC) é um rompimento ou entupimento de vasos que são responsáveis por levar sangue até o cérebro. O rompimento de um desses vasos afeta uma região cerebral, causando paralisia.

Esse problema neurológico também pode ser chamado de derrame cerebral ou acidente vascular encefálico (AVE), mas todos se referem a mesma enfermidade.

Tipos de AVC

Os AVCs podem ser de dois tipos: hemorrágico ou isquêmico.

O AVC hemorrágico ocorre quando acontece um rompimento de um vaso sanguíneo no cérebro, causando uma hemorragia e danificando algum ponto nervoso. Já o AVC isquêmico, ocorre quando existe uma obstrução na artéria, impedindo que o oxigênio presente no sangue chegue até as células do cérebro.

O AVC isquêmico é o mais comum, ou seja, ocorre mais vezes. No entanto, o AVC hemorrágico tem maiores incidências de morte do que o AVC isquêmico.

Acidente Vascular Cerebral - AVC
Acidente Vascular Cerebral – AVC

Causas do AVC

Entre as principais causas do AVC hemorrágico podemos citar:

  • Hipertensão;
  • Inflamação nos vasos sanguíneos;
  • Hemofilia;
  • Ferimentos na cabeça ou no pescoço;
  • Radioterapia para tratamento de câncer no pescoço ou cérebro;
  • Arritmias cardíacas;
  • Doenças das válvulas cardíacas;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Infarto agudo do miocárdio.

Entre as principais causas do AVC isquêmico podemos citar:

  • Aterosclerose;
  • Formação de trombos;
  • Inflamações.

Sintomas de AVC

Os principais sintomas do AVC são:

  • Fraqueza muscular na face, braço ou perna de apenas um lado do corpo;
  • Alteração de sensibilidade ou formigamento nos mesmos locais;
  • Perda súbita da visão de um olho ou ambos;
  • Alterações na fala;
  • Dores de cabeça súbitas e agudas;
  • Vertigem sem razão;
  • Náuseas e vômitos.

É importante que, ao apresentar qualquer sintoma, o paciente procure ajuda médica com urgência, quanto mais rápido é o atendimento de um paciente com AVC, maiores as chances de sobrevivência.

Tratamento do AVC

Geralmente, o tratamento do AVC é emergencial no hospital, onde o tipo de AVC é determinado para que sejam realizados os procedimentos corretos. Se os sintomas tiverem aparecido em menos de quatro horas, muitas vezes, o tratamento pode ser feito através de medicações intravenosas.

No entanto, quanto maior o tempo, mais complicado o tratamento, sendo necessário muitas vezes procedimentos mais invasivos como o cateterismo.

Após a recuperação inicial, o tratamento é feito de forma clínica, atendendo as particularidades de cada caso e as partes do corpo que foram afetadas.

AVC tem cura?

As chances de um paciente que foi atendido rapidamente sobreviver são grandes, no entanto, podem existir sequelas. Quanto antes o paciente for socorrido, maiores as chances de levar uma vida saudável.

As sequelas do AVC podem ser tratadas de forma medicamentosa ou com fisioterapia, variando conforme o paciente.

Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More