Cristóvão Colombo

Cristóvão Colombo é considerado o "descobridor da América".

0

Cristóvão Colombo foi um navegador genovês que entrou para a história por ter liderado a expedição espanhola que chegou à América em outubro de 1492.

Sua expedição era composta por três embarcações que atracaram em uma ilha onde hoje se localiza as Bahamas.

Colombo sonhava com comandar uma expedição à Ásia. Financiado pela Espanha, ele conseguiu realizar quatro viagens para o continente americano. No entanto, ele acreditava que estava na Ásia.

Sendo assim, Colombo faleceu sem saber que havia chegado a um novo continente. Sua vinda ao continente americano é comumente conhecida como “descobrimento da América”.

Ele é visto por muitos historiadores como o responsável pelo início do processo de genocídio da população indígena.

Biografia de Cristóvão Colombo

Cristóvão Colombo nasceu em 1451 (não sabe-se o mês ao certo), provavelmente em Gênova, cidade na qual ele exercia a função de navegador e explorador.

Filho do tecelão Domenico Colombo e de Susanna Fontanarossa, Colombo tinha quatro irmãos. Desde pequeno ele e um de seus irmãos já demonstravam interesse pela navegação.

O pouco que se sabe sobre a infância de Colombo, indica que aos 14 anos ele iniciou os estudos que focavam na cartografia e na condução de embarcações.

Primeiras navegações de Cristóvão Colombo

A partir dos anos de 1470, ele inicia sua carreira profissional integrando viagens comerciais. Entre 1474 e 1475, Colombo navegou pelo mar Egeu e em 1476, passou por Portugal e Inglaterra. Acredita-se que em 1477, ele tenha passado pela Islândia.

No mesmo ano, Colombo se instalou em Portugal, onde conheceu sua esposa Felipa Moniz Perestello, com quem teve um filho, Diego Colombo.

Passado algum tempo e com mais experiência, Colombo tenta convencer o então rei de Portugal a financiar sua expedição à Ásia. Seu objetivo era chegar às Índias pelo oeste para fugir dos monopólios comerciais da época.

Seu pensamento era influenciado pela crença da esfericidade da Terra, provavelmente influenciado pela cultura grega.

Além disso, o matemático, astrônomo e geógrafo florentino, Paolo Toscanelli acreditava firmemente nesta teoria e influenciou Colombo na empreitada de atingir o extremo Oriente pela costa Atlântica.

Financiamento

Nos anos de 1480, Colombo entrou em contato com o rei de Portugal, João III para que ele investisse na sua empreitada.

No entanto, sua teoria de chegar ao Oriente por meio do Oceano Atlântico foi desacreditada pelos navegantes próximos ao rei. Por isso, o monarca não financiou a expedição.

Após o falecimento de sua esposa, Cristóvão Colombo e seu filho se mudam para Espanha e tempos depois, conseguem conversar com os reis do país.

Os reis espanhóis se mostraram interessados pelo plano de Colombo mas rejeitaram o financiamento pois já estavam gastando muitos recursos com a guerra contra os mouros em Granada.

Com isso, Colombo retorna à Portugal e conversa novamente com o rei português, além de estabelecer contato com os reis da Inglaterra e França. Mas sem sucesso.

Em 1492, somente após a vitória da Espanha contra os mouros é que Colombo conseguiu o financiamento de sua expedição pelos reis espanhóis.

Expedições de Cristóvão Colombo

Sendo assim, sua expedição contou com três embarcações que saíram da Espanha em agosto de 1492, rumo ao oeste.

A primeira expedição de Colombo chegou ao continente americano em outubro de 1492. Os navios aportaram na região das Antilhas.

Passou por outros territórios como os atuais Cuba e Haiti. Como acreditava que estava em solo asiático, nomeou os nativos como “índios”.

Na sua volta, ele forçou a ida de alguns nativos para a Espanha com o objetivo de detalharem o local em que sua expedição havia chegado.

Além disso, ele e seus homens formaram um pequeno assentamento, onde alguns ficaram enquanto ele retornava ao continente europeu.

Estima-se que Colombo tenha realizado quatro expedições à América. Em nenhuma delas ele desconfiou que estava em um continente desconhecido.

A terceira viagem de Colombo ao continente americano foi conturbada. Acusado de tirania e de mal tratar os colonos que haviam ficado nas novas terras, ele é preso e retorna à Espanha algemado.

Era o fim do prestígio de Cristóvão Colombo. Na Espanha, ele perdeu o título de administrador das colônias.

A quarta e última expedição foi realizada, em 1502, e tinha o objetivo de explorar a América Central. Em 1504 ele retornou à Espanha.

Em 1506, ele falece ao 55 anos.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.