5 Razões para ler uma história para crianças

A leitura desperta criatividade, linguagem e afeto. Confira as razões para ler uma história para crianças e estimular esse contato com a literatura!

0

Antes de ler e escrever, aprendemos a ouvir. Dessa forma, ouvir histórias é o primeiro contato do bebê com o idioma, a comunicação verbal e a cultura.

Antes muito presente na infância da população mundial, cada vez menos pais estão priorizando esse momento de conexão com os filhos.

Um estudo realizado pela Reading is Fundamental, aponta que apenas 33% dos pais ainda leem histórias antes de dormir. Por outro lado, 50% preferem contar com TVs e vídeos.

Essa realidade é triste frente a possibilidade de melhorar o desenvolvimento infantil com a leitura, resultado comprovado por inúmeras pesquisas.

Para estimular esse hábito, confira 5 razões para ler para crianças.

1. Desenvolvimento do berço

Crianças que ouvem histórias desde o berço desenvolvem raciocínio, concentração e melhor compreensão do mundo. Além disso, as histórias estimulam linguagem verbal e não verbal – de acordo com a interpretação -, criatividade e imaginação.

Outro ponto positivo é o aumento do vocabulário e repertório de conhecimento de animais, emoções, lugares e todos os elementos de uma história.

2. Saúde mental

De acordo com Frinéa Brandão, coordenadora do Grupo Neurofocus Psicoterapias (RJ), histórias podem minimizar solidão devido às sensações de relaxamento e prazer, similares à meditação.

Além disso, o momento íntimo traz carinho e atenção para a criança, fortalecendo o relacionamento. Outra possibilidade gerada é a capacidade de desenvolver empatia. Ao ser exposta às emoções alheias, a criança pode compreender e respeitá-las.

Sendo assim, a presença de outra voz dá espaço para outra interpretação e enriquecimento emocional. Também ocorre uma diminuição da ansiedade e agressividade pela qualidade do sono.

3. Desempenho escolar

Ouvir histórias facilita a alfabetização e interpretação de textos. Com isso, o desenvolvimento até os 7 anos contribui para o nível de escolaridade que a criança terá futuramente. Consequentemente, a carreira e condição socioeconômica poderá ser positiva.

4. Exemplo positivo

O ato de ouvir histórias reverbera até a idade adulta. Dito isso, mesmo quando a criança passa a ler de forma solitária, a leitura de um adulto experiente serve de exemplo da qualidade a ser atingida.

Com a observação ou acompanhamento, esse exemplo é reforçado durante toda a educação escolar.

5. Tempo distante das telas

Atualmente, as infâncias estão sendo recheadas de TVs, tablets, celulares e videogames. Estudos indicam que crianças que passam mais de duas horas diárias nas telas tendem a ter mais problemas sociais, emocionais e de atenção.

Uma boa forma de evitar isso é através das histórias. Dessa forma, contadas com emoção, podem oferecer um entretenimento de qualidade.

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.