Estação de tratamento – Etapas para o tratamento de água

Continue lendo para conhecer todas as etapas de tratamento da água que chega em sua casa!

0

O saneamento básico envolve tanto o abastecimento de água quanto o esgotamento sanitário das cidades.

No Brasil, 84% da população é atendida com a distribuição de água, entretanto, pouco mais de 50% da população tem acesso à coleta de esgoto e, desses, apenas 46% eram tratados até 2017.

A partir desses dados, podemos presumir que pelo menos 35 milhões de brasileiros não têm acesso a estes serviços básicos.

Estação de tratamento de água (ETA)

A água é um recurso essencial para os seres vivos, ela é usada para hidratação, na preparação dos alimentos, higiene pessoal e dos ambientes.

A captação da água geralmente ocorre em rios ou represas, mas também pode ser feita em lençóis freáticos, através dos poços artesianos.

No entanto, antes de ir para nossas casas, a água passa por uma estação de tratamento de água, conhecidas como ETA.

Na ETA a água passa por uma purificação para que ela se torne própria para consumo. Essa purificação ocorre em etapas e a água passa tanto por processos físicos quanto químicos.

Etapas do tratamento de água

Vamos conferir todas as etapas do tratamento de água:

1 – Captação da água

A água captada de rios e represas passa por um pré-tratamento em duas etapas. A primeiro é o gradeamento que impede a passagem de resíduos sólidos como folhas e galhos.

Depois do gradeamento, a água segue para a desarenação, onde a areia é removida por sedimentação. Só depois disso a água é bombeada para dentro da estação de tratamento.

2 – Adução

A adução é o transporte da água captada dos mananciais e pré-tratada até a estação de tratamento de água, onde passará pelas próximas etapas.

3 – Coagulação

As partículas pequenas não sedimentam pela ação da gravidade, por isso, torna-se necessário acrescentar coagulantes químicos. No Brasil, o coagulante mais utilizado é o sulfato de alumínio [Al2(SO4)3].

Esse processo faz com que as partículas pequenas e outras impurezas fiquem unidas, facilitando sua remoção durante a decantação, ou seja, a sedimentação no fundo dos tanques.

Os coagulantes químicos são insolúveis em água, eles geram íons com cargas positivas, os cátions, que irão atrair as impurezas com carga negativa.

4 – Floculação

Na etapa de floculação, a água passa por um forte agitamento mecânico que dura, aproximadamente, 30 segundos. Isso fará com que o coagulante químico adicionado na etapa anterior se misture melhor à água.

Depois o agitador mecânico realiza o movimento novamente, mas de forma lenta, permitindo que as partículas entrem em contato e fiquem unidas em flocos maiores e mais pesados.

5 – Decantação

A decantação é a separação por gravidade das partículas que foram aglomeradas na floculação. Os sólidos ficam sedimentados no fundo do tanque de tratamento.

O efluente, ou seja, a água que agora está livre de partículas sólidas decanta por um vertedouro para a próxima etapa.

6 – Filtragem

Na etapa de filtragem, a água passa por filtros que são formados por:

  • Areia grossa
  • Areia fina
  • Cascalho
  • Pedregulho
  • Carvão

7 – Desinfecção

A desinfecção é feita através da adição de cloro líquido e flúor na água para garantir que ela seja isenta de bactérias e vírus quando chegar na casa do consumidor.

Nessa etapa também é realizada a medição do pH da água que deve ser próximo de 7, ou seja, ser neutro.

8 – Reserva

A água tratada é armazenada em reservatórios para manter a regularidade do abastecimento e atender possíveis demandas excessivas da população.

Estação de tratamento de água - ETA
Estação de tratamento de água – ETA

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.