Mito de Orfeu e Eurídice

O mito de Orfeu e Eurídice faz parte da mitologia grega.

0

Segundo a mitologia grega, Orfeu e Eurídice eram dois amantes que se apaixonaram intensamente.

Orfeu era filho de Calíope, musa da mitologia grega, e do deus Apolo. Ele herdou do seu pai uma lira que, quando tocada por suas mãos, emitia um som tão envolvente que todos se sentiam atraídos por sua magia, dos pássaros no céu às árvores fincadas na terra.

Até mesmo os animais selvagens se tranquilizavam diante da canção emitida pelo instrumento musical que praticamente hipnotizava tais feras.

Orfeu e Eurídice

Himeneu, deus dos matrimônios, selou o amor de Orfeu e Eurídice, mas não conseguiu fazer com que este relacionamento tivesse êxito.

Eurídice, ao tentar fugir do assédio de Aristeu, foge e tropeça em uma serpente que pica a moça e, logo em seguida, ela morre.

Mito de Orfeu e Eurídice

Inconformado com a morte da amada, Orfeu vai atrás de Eurídice no reino dos mortos. Tocando sua lira, ele consegue fazer com que Caronte, barqueiro de Hades, deus dos mortos, o leve até o submundo.

Sua doce canção hipnotiza Cérbero, o monstruoso cão de três cabeças que protege a entrada do mundo dos mortos.

Diante de Hades, ele segue tocando a ponto de comover o deus do submundo e sua esposa, Perséfone, que o ajuda a convencer Hades a libertar Eurídice.

No entanto, tal objetivo só seria cumprido se Orfeu se comprometesse a não olhar para a sua amada até chegar ao mundo dos vivos.

Ele atravessa difíceis passagens sem olhar para a amada. Quando já estava quase chegando ao destino final, ele olha para trás para ter certeza que Eurídice havia conseguido o acompanhar.

Nesse momento, sua amada solta um último grito e volta à condição de morta. Impedido de acompanhar sua esposa ao reino dos mortos, Orfeu se desespera.

Ele se transforma em uma pessoa tomada pela angústia e passa a rejeitar todas as moças que se aproximavam.

Cansadas de não serem notadas, as mênades, ninfas seguidoras de Dionísio, resolvem matar Orfeu. Depois que seu corpo foi atirado no Rio Ebro, ele foi sepultado no Monte Olimpo. No reino dos mortos, Orfeu se reencontra com sua amada.

No local em que seu corpo foi enterrado, reza a lenda que rouxinóis cantam de forma mais delicada. Já as mênades, responsáveis pela sua morte, foram castigadas pelos deuses que as transformaram em rochas e carvalhos.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.