Regionalização do território brasileiro

A regionalização do território brasileiro tem a função de reunir regiões que possuem algumas características em comum.

0

A regionalização do território brasileiro ocorreu para reunir os estados que possuem características culturais, sociais, econômicas e físicas em comum.

Atualmente, a regionalização do país é de 1970 com adaptações realizadas em 1990, em razão das modificações da Constituição de 1988.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é a instituição responsável pela divisão regional do Brasil.

O que é regionalizar?

Regionalizar equivale a dividir um território em partes, que devem se assemelhar no quesito físico ou natural, social ou humano (políticos, culturais, econômicos, históricos, etc.).

Os critérios utilizados para regionalizar um território depende dos interesses ou objetivos de quem assume o trabalho.

Regionalização oficial do Brasil

O IBGE dividiu o território brasileiro em cinco grandes regiões, considerando características humanas, naturais e principalmente, econômicas.

Essas regiões também são chamadas de macrorregiões. São elas:

  1. Região Norte: Acre (AC), Amapá (AP), Amazonas (AM), Pará (PA), Rondônia (RO), Roraima (RR) e Tocantins (TO);
  2. Região Nordeste: Alagoas (AL), Bahia (BA), Ceará (CE), Maranhão (MA), Paraíba (PB), Piauí (PI), Pernambuco (PE), Rio Grande do Norte (RN) e Sergipe (SE);
  3. Região Centro-Oeste: Distrito Federal (DF), Goiás (GO), Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS);
  4. Região Sudeste: Espirito Santo (ES), Minas Gerais (MG), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP);
  5. Região Sul: Paraná (PR), Rio grande do Sul (RS) e Santa Catarina (SC).

Regionalização do território brasileiro

Percebe-se que as divisas dos estados correspondem aos limites das regiões. O IBGE fez essa divisão para facilitar as análises oficiais do país, tais como:

  • Número de nascimentos
  • Número de mortos
  • Produção industrial
  • Produção da agricultura
  • Vendas comerciais

Responsáveis por contabilizar estas estatísticas, além de outras, a divisão do IBGE contribui para que os governos municipais, estaduais e federal analisem e planejem ações para atender as demandas da população brasileira.

Complexos regionais

Outra regionalização do território brasileiro é a divisão do país em três macrorregiões geoeconômicas ou complexos regionais. São elas: Nordeste, Amazônia e Centro-Sul.

O geógrafo Pedro Pinchas Geiger, em 1967, utilizou as características econômicas das regiões como critérios para a regionalização.

Regionalização do território brasileiro

Os limites desta divisão não correspondem às fronteiras dos estados como ocorre com as macrorregiões.

A região norte do estado de Minas Gerais fica inclusa no Complexo Regional do Nordeste por demonstrar características socioeconômicas iguais às da região Nordeste do país.

Do mesmo modo, grandes extensões territoriais dos estados do Tocantins, Mato Grosso e Maranhão se concentram no Complexo Regional da Amazônia.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.