Vitaminas – Função, tipos, tabela e curiosidades

As vitaminas são compostos orgânicos que, em geral, os seres vivos não produzem em quantidades ideais, mas necessitam para sobreviver.

0

Os seres vivos são formados por compostos orgânicos e inorgânicos, tendo como principais elementos químicos presentes o hidrogênio e o oxigênio.

Os compostos inorgânicos são a água e os sais minerais, já os compostos orgânicos são os aminoácidos, proteínas, ácidos nucleicos, carboidratos (açúcares), lipídeos (gorduras) e as vitaminas.

O que são vitaminas?

As vitaminas são compostos orgânicos que, em geral, os seres vivos não produzem em quantidades ideais mas necessitam para sobreviver.

Elas são adquiridas principalmente através da alimentação, com uma dieta equilibrada e/ou suplementação através de cápsulas sintéticas.

Nos seres humanos, podemos encontrar 13 tipos de vitaminas diferentes.

Utilizações e funções das vitaminas no organismo

Normalmente, as vitaminas são conhecidas pela sua atividade biológica e não por sua forma química.

Elas são boas reguladoras de metabolismo, algumas do crescimento celular e até da diferenciação de tecidos. Podem atuar também como agentes antioxidantes e precursoras de atividades enzimáticas.

Nem sempre as vitaminas são obtidas nas formas que o corpo utiliza, muitas vezes elas entram no organismo como provitaminas, substâncias maiores que são processadas para dar origem as vitaminas necessárias.

Dentre as provitaminas mais conhecidas estão os carotenoides, que são substâncias lipossolúveis presentes nas plantas e podem exibir cores que variam entre o amarelo e vermelho, com mais de 900 tipos divididos em dois grupos:

Carotenos

Constituídos de carbono e oxigênio, são compostos como beta-caroteno, alfa-caroteno, gama-caroteno, precursores da provitamina A, que é sintetizada em duas moléculas de vitamina A.

Xantofilas

Constituído por grupos oxigenados como hidroxilas ou cetonas, compostos polares como luteína, zeaxantina, mixol, osciloxantina e aloxantina.

Os carotenoides estão presentes em animais, plantas, algumas algas, fungos e bactérias. Eles são muito importantes para os organismos fotossintetizantes, pois protegem a clorofila da luz excessiva.

Algumas provitaminas, apesar de serem essenciais para vida de alguns animais, só podem ser obtidas pela ingestão de vegetais, pois não são sintetizadas por nenhum animal, como o ergosterol.

Nos humanos, a ingestão de ergosterol associada a absorção dos raios ultravioleta do Sol pela pele, sintetiza vitamina D que é extremamente importante para saúde da pele, cabelos e unhas.

Bastam apenas 15 minutos diários de exposição solar sem o uso de protetor solar, utilizando preferencialmente os raios do início da manhã até as 10 horas, onde os raios ultravioleta possuem menor intensidade.

Cada ser vivo necessita de um conjunto de vitaminas específico. A vitamina C, por exemplo, é muito importante para os seres humanos pois atua fortalecendo o sistema de defesa do organismo, mas não é necessária para a maioria dos outros animais.

Tipos de vitaminas

Podemos classificar as vitaminas de acordo com a solubilidade em hidrossolúveis ou lipossolúveis.

Vitaminas hidrossolúveis

Nos seres humanos encontramos 9 vitaminas lipossolúveis: oito tipos de vitamina B e a vitamina C.

Por serem solúveis em água, elas são absorvidas no intestino, utilizadas no sistema circulatório e o excesso é excretado pela urina com maior facilidade pelo organismo e, por isso, devem estar presente frequentemente na alimentação para reposição constante.

Vitaminas lipossolúveis

São aquelas vitaminas que só podem ser solubilizadas em lipídeos, ou seja, são insolúveis em água. Dentre os 13 tipos de vitaminas presentes nos seres humanos, quatro delas são hidrossolúveis: vitaminas A, D, E e K.

A vitaminas lipossolúveis são absorvidas no trato intestinal com a ajuda de moléculas de lipídeos da bile e do suco pancreático, só então elas são transportadas pelo corpo através do sistema linfático para os tecidos onde serão utilizadas e/ou armazenadas.

Por serem menos solúveis, elas são mais facilmente armazenadas pelo organismo e por esse motivo são mais propensas a causarem hipervitaminose.

Tabela de vitaminas e alimentos ricos em vitaminas

Tabela Vitaminas e funções
Tabela de vitaminas e suas funções.

Hipervitaminose

A hipervitaminose é o armazenamento excessivo de vitaminas no organismo, que pode ter um sintoma tóxico e causa desde um efeito laxativo até consequências mais raras e graves, como o envenenamento.

Curiosidades

Durante os séculos XVIII e XIV morreram milhares de pessoas, principalmente em longas viagens de navio, sem que se soubessem a causa.

A situação era tão grave que em 1741 um navio inglês perdeu 2/3 dos marinheiros a bordo em apenas 10 meses.

Em 1754, um médico da marinha inglesa observou que os marinheiros que se alimentavam com mais frutas cítricas e verduras não apresentavam os sintomas do escorbuto (chamado também de Beribéri) e ordenou que todos marinheiros consumissem suco de limão todos os dias.

A existência das vitaminas só foi descoberta em 1912, depois que os cientistas Hopkins e Casimir Funk concluírem que os alimentos, além da garantia de energia, continham substâncias essenciais para saúde (derivadas de aminas, dai o nome “vitaminas”).

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.