Composição do ar

Vamos conhecer os gases que compõem o ar? Continue lendo para conhecê-los!


O ar atmosférico é composto por uma mistura de gases, os mais abundantes são o nitrogênio e o oxigênio, mas também podemos encontrar vapor d’água, gás carbônico e gases nobres, como o argônio, o neônio, o hélio, o criptônio e o xenônio.

A quantidade de cada um desses gases depende de condições climáticas e outros fatores ambientais como presença de poluição, microrganismos e queimadas.

Composição do ar atmosférico
Composição do ar atmosférico

O que é o ar?

O ar é uma mistura homogênea de diversos tipos de gases, água em vapor e partículas de poeira que formam as camadas da atmosfera.

Essa mistura gasosa possui peso, ocupa espaço, é inodora e incolor, salvo exceção quando o ar está poluído.

A atmosfera é essencial para a vida dos seres vivos, é através do ar atmosférico que respiramos e oxigenamos nosso corpo.

Composição do ar atmosférico

Vejamos os elementos que compõem o ar atmosférico:

Nitrogênio

O gás nitrogênio (N2) é o que está em maior abundância na atmosfera e é indispensável para os seres vivos.

Para que o nitrogênio seja utilizado pelos seres vivos, ele precisa passar pelo ciclo do nitrogênio, no qual bactérias fazem a fixação, amonização, nitrificação e desnitrificação do nitrogênio.

Oxigênio

O gás oxigênio (O2) é fundamental para a sobrevivência dos seres vivos aeróbicos e é o segundo mais abundante na atmosfera.

Ele é o gás utilizado para oxigenar os tecidos dos seres vivos através da respiração. Além disso, o fogo só é possível na presença de oxigênio.

Gases nobres

Os gases nobres ocupam uma pequena porcentagem da mistura de gases do ar atmosférico, eles são considerados por muitos cientistas como gases residuais.

Entre esses gases, os mais presentes são o argônio, o néon, o hélio, o criptônio, o xenônio e o hidrogênio.

Dentre os gases nobres, o argônio (Ar) é o mais abundante na atmosfera. Ele é muito utilizado na fabricação de equipamentos de iluminação e conservação de materiais metálicos que possam enferrujar.

Gás carbônico

O gás carbônico (CO2) também é conhecido como dióxido de carbono, ele é produzido durante a respiração dos seres vivos.

O gás carbônico em excesso é tóxico para muitos animais, causa o efeito estufa e o aquecimento global.

No entanto, esse gás é muito importante para a fotossíntese das plantas, que são as produtoras de energia dos ecossistemas.

Vapor d’água

O vapor d’água é um gás muito variável na composição do ar atmosférico. Quanto mais vapor d’água o ar tem, mais úmido ele fica.

A umidade relativa do ar é medida pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e pode variar todos os dias.

A falta de vapor d’água no ar pode trazer problemas respiratórios para os seres humanos. O excesso desse vapor d’água formam as nuvens, onde a água precipita e retorna à Terra em forma de chuva.

Poeira

O ar atmosférico também possui partículas sólidas suspensas que possuem quantidades variáveis, já que depende das condições climáticas.

Quanto mais poeira tiver no ar, mais poluído ele está e pode causar danos a saúde.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More