Tartarugas marinhas – 5 espécies do Brasil e do mundo

Tartarugas são animais conhecidos mundialmente, mas possuem particularidades interessantes.

O reino animal é composto por uma rica biodiversidade, com espécimes de todos de características singulares por todo o planeta. Entre eles, os répteis são representados por espécies muito conhecidas, como cobras, jacarés, lagartos e tartarugas.

Essa classe de vertebrados foi a primeira a conquistar o ambiente terrestre. Contudo, há vários exemplos de animais aquáticos. Assim, há tartarugas terrestres, habitantes de água doce e do mar. Para conhecer mais sobre essas últimas, confira alguns exemplos de tartarugas marinhas.

Tartaruga-de-pente

Tartaruga-de-pente
Tipos de tartarugas marinhas – Tartaruga-de-pente

A tartaruga-de-pente é encontrada em mares tropicais e subtropicais e possui casco entre 80 e 90 centímetros. Já o peso fica entre 73 e 101 kg. Essa espécie é vista em regiões de corais, mas são altamente migratórias.

A cada dois anos, acasalam-se em regiões de lagoas rasas e as fêmeas vão à terra para nidificar, utilizando suas barbatanas traseiras ao formar buracos, colocar os ovos e tapá-los com areia. Após esse longo processo, voltam para o oceano.

A sua alimentação é composta por esponjas, anêmonas, lulas e camarões. O formato da sua boca permite que busquem alimento nas fendas dos corais.

Tartaruga-cabeçuda

Tartaruga-cabeçuda
Tipos de tartarugas marinhas – Tartaruga-cabeçuda

Com o nome científico Caretta caretta, a tartaruga-cabeçuda circula pelos oceanos Índico, Pacífico e Atlântico em mares tropicais, subtropicais e temperados. No Brasil, as principais áreas são a costa do Sergipe e norte da Bahia, e Espírito Santo e norte do Rio de Janeiro.

As fêmeas vão à terra para desovar, já os machos, ao eclodirem, vivem de forma subaquática. A respiração é feita em intervalos de três segundos na superfície, sendo que podem ficar cinco minutos por baixo da água.

Quando jovens, comem esponjas, águas-vivas, algas, gastrópodes e crustáceos. Já adultas, tendem a uma dieta mais carnívora, que também inclui outros moluscos e até peixes. Seu tamanho é cerca de um metro e possui em média 220 kg.

Tartaruga-verde

Tartaruga-verde
Tipos de tartarugas marinhas – Tartaruga-verde

A tartaruga-verde, também conhecida como uruanã ou aruanã, tem como nome científico Chelonia mydas. Distribuída por todos os oceanos, vive em zonas tropicais e subtropicais.

O corpo é achatado, podendo chegar a 143 centímetros de comprimento e 200 kg. Diferente de outras espécies, a tartaruga verde é predominantemente herbívora. Os adultos tendem a habitar lagoas rasas e alimentar-se de ervas marinhas.

Após o processo de nidificação, as tartarugas que sobrevivem e alcançam a água chegam à maturidade sexual entre 20 e 50 anos, vivendo até 80 anos quando em liberdade.

Tartaruga-de-couro

Tartaruga-de-couro
Tipos de tartarugas marinhas – Tartaruga-de-couro

A tartaruga-de-couro, de nome científico Dermochelys coriacea, também é conhecida como tartaruga-gigante, uma vez que pode possuir uma carapaça de 178 centímetros e peso de em média 400 kg.

A espécie vive em todos os oceanos tropicais e temperados do mundo, vivendo a maior parte da vida no oceano. A única região conhecida de desova no Brasil é no litoral norte do Espírito Santo.

A alimentação é composta por zooplâncton gelatinoso, como celenterados, pyrossomos e salpas. Suas mandíbulas em formato de W são poderosas, com lâminas afiadas para a captura de águas-vivas.

Tartaruga-oliva

Tartaruga-oliva
Tipos de tartarugas marinhas – Tartaruga-oliva

A tartaruga-oliva tem como nome científico Lepidochelys olivacea e está distribuída em mares tropicais e subtropicais, oceanos Pacífico e Índico. No Atlântico, ocorre na América do Sul e na costa oeste da África.

Seu habitat é principalmente águas rasas, porém pode também ser em mar aberto. O seu tamanho é em média de 72cm de comprimento e o peso é cerca de 43 kg. A área de desova está localizada desde o sul de Alagoas, passando por Sergipe, até o litoral norte da Bahia.

Além disso, a alimentação da tartaruga-oliva é predominantemente carnívora, alimentando-se de salpas, peixes, moluscos, crustáceos, briozoários, tunicados, águas-vivas, ovos de peixe e eventualmente algas.

Leia também:

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More