Auxina

Continue lendo para conhecer esse hormônio regulador do crescimento vegetal.

A auxina é um hormônio regulador do crescimento vegetal produzido pelas células meristemáticas que estão presentes no ápice e nas gemas do caule.

Depois de produzido, esse hormônio se move por difusão para todo o corpo das plantas e é importante para diversas funções fisiológicas.

A presença de uma substância química relacionada ao crescimento de plantas foi descoberta por Charles Darwin durante o estudo de fototropismo em plantas de alpiste e, posteriormente, também foi estudada por diversos pesquisadores.

Os estudos desses pesquisadores possibilitaram entender que o crescimento em direção a luz, ou seja, o fototropismo positivo das plantas, é determinado por essa substância química que era produzida no ápice do coleóptilo.

Esses estudos culminaram com a descoberta da existência da auxina pelo holandês Fritz Went, em 1926. Auxina significa “crescer” e Went deu esse nome para a substância por ela promover o alongamento de células do coleóptilo.

Existem diversos tipos de auxina, mas, em 1930, foi descoberto o principal deles que é o ácido indolacético (AIA), a auxina natural encontrada em maior quantidade nas plantas.

Características da auxina

A produção de auxina ocorre em locais que possuem células meristemáticas, ou seja, que possuem grande proliferação de células por mitose.

Ela é produzida em maior quantidade no meristema apical caulinar, em folhas jovens, frutos em desenvolvimento e sementes.

O transporte de auxina ocorre de cima para baixo, ou seja, da parte aérea da planta para as raízes e, esse é o único hormônio vegetal que possui essa rota de distribuição.

Função da auxina

Divisão celular

A auxina estimula a proliferação de células.

Alongamento celular

Ela também atua na perda de compostos da parede celular, que fazem com que a célula fique frouxa e com capacidade de se distender, promovendo o alongamento de órgãos das plantas.

Dominância apical

A presença da auxina em altas concentrações nas gemas apicais inibi o desenvolvimento de gemas laterais na planta.

Quando o ápice caulinar é retirado em uma poda, por exemplo, a auxina é eliminada e as gemas laterais se desenvolvem, dando origem a novos ramos.

Crescimento de raízes

A auxina estimula o desenvolvimento de raízes adventícias.

Desenvolvimento de frutos

Altas concentrações de auxina durante a formação das sementes faz com que os frutos se desenvolvam e amadureçam.

Partenocarpia

Altas concentrações de auxina em tecidos ovarianos faz com que frutos se desenvolvam mesmo sem ocorrer polinização e fecundação. Os frutos partenocárpicos não possuem sementes.

Fototropismo

A concentração de auxina no ápice estimula a planta a crescer seguindo a direção do estímulo luminoso.

Auxina - Fototropismo
Auxina – Fototropismo

Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More