Bah, tchê! 8 danças mais conhecidas da região Sul

Com fortes influências da cultura de países europeus, as danças da região Sul são marcadas por movimentos coreografados, sob ritmos que misturam outros estilos, como a valsa e o tango.

0

Influenciada pela chegada dos imigrantes europeus na segunda metade do século XIX, a cultura da região Sul é formada pela herança dos costumes espanhóis, portugueses, italianos, alemães, dentre outros. 

Com isso, a região é formada por elementos únicos, presentes na arquitetura, literatura, música, culinária e, sobretudo, nas danças e celebrações.

Consideradas como as mais coreográficas danças brasileiras, as danças da região Sul são marcadas principalmente pelo espírito de fidalguia e respeito à mulher, característica dos ensinamentos campesinos. 

Ficou querendo saber mais? Então, confira abaixo as principais danças da região Sul e encante-se com os ritmos  de uma das regiões mais multiculturais do Brasil.

Danças da região Sul

Veja algumas das danças folclóricas tipicamente sulistas mais conhecidas.

1 Chula

Chula

Dança típica do Rio Grande do Sul, é inspirada nas danças portuguesas trazidas com a chegada dos imigrantes. 

Tradicionalmente dançada por homens, a chula funciona como uma competição entre dois dançarinos ao melhor som da gaita gaúcha.

A apresentação gira em torno de um desafio, onde um dos participantes deve realizar a sequência de passos feita pelo adversário ao redor do bastão, e vice e versa. O primeiro que errar perde a disputa.

2 Vaneira / Vaneirinha / Vaneirão

Vaneira / Vaneirinha / Vaneirão

Típica de Santa Catarina, a dança que foi trazida pelos imigrantes alemães, é baseada na habanera, estilo de dança de salão cubana. 

A vaneira tem incorporada em sua coreografia elementos da valsa. Pode ser dividida em três categorias: vaneira (ritmo e velocidade normais), vaneirinha (mesma modalidade da dança só que mais lenta) e o vaneirão (coreografia e música mais rápidas).

Em se tratando das vestimentas, os dançarinos utilizam roupas inspiradas no estilo da idade média europeu, com as mulheres de vestido longo e de manga comprida, e os homens com calças folgadas, camisa e colete. 

3 Mazurca 

Mazurca 

De origem polaca, a Mazurca é dançada em todos os estados da região Sul. É caracterizada por um ritmo rápido e envolvente entre casais distribuídos pelo palco. 

O estilo da dança surge como uma mescla entre elementos rancheiros e de dança de salão, sempre acompanhado por violinos e gaitas gaúchas.

Em relação às vestimentas, as roupas usadas pelos dançarinos são parecidas com as das danças de vaneira, visto a similaridade de ritmos e estilo.

4 Chimarrita

Chimarrita

A chimarrita chegou no Brasil juntamente com os imigrantes portugueses vindos da região de Açores, por volta do século XVII. 

Originária da Ilha da Madeira (Portugal), a dança possui um ritmo animado, no qual casais de dançarinos ficam alinhados em forma de fila, iniciam os movimentos rítmicos envolvendo bater de palmas e sapateado.

As vestimentas utilizadas na dança pelas mulheres consistem em uma bata estampada e saia longa; para os homens o tradicional figurino gaúcho: camisa social, colete e calças longas e folgadas.

Como acessório podemos destacar o uso de chapéu no estilo rancheiro, botas de cano longo e o lenço vermelho amarrado ao redor do pescoço.

5 Balainha

Balainha

Também conhecida como Dança dos Arcos Floridos ou Jardineira, na balainha as dançarinas seguram um arco florido ao passo que realizam movimentos de dança chamados de “balainhas”. Os passos são muito parecidos com os da ciranda e apenas mulheres participam. 

Com todas em fila, a dança consiste em passar os arcos por cima e por baixo umas dos outras. 

Como uma típica dança de origem portuguesa, as roupas não fogem à regra. Semelhante às vestimentas das danças provenientes do país ibérico, as dançarinas da balainha apresentam-se geralmente com vestidos longos e rendados, bata estampada; tudo isso tendo como as cores tradicionais como referência cultural.

6 Milonga

Milonga

Uma das poucas representantes da cultura espanhola, a Milonga é muito popular na região e também na Argentina. É um tipo de dança de salão, mesclado com elementos de tango, onde um casal realiza os movimentos coreografados ao som de um ritmo sensual e elegante.

As características das vestimentas se diferem do estilo tradicional, com os homens usando roupa social mais despojada, enquanto as mulheres trajam um vestido liso e discreto, com sapatos altos.

7 Pau de Fitas / Dança das Fitas

Pau de Fitas / Dança das Fitas

Outra dança de origem portuguesa, foi trazida pelos imigrantes no século XVII. Durante as apresentações, os dançarinos devem se organizar sob a forma de pares, ao passo que cada um segura a ponta de uma fita ligada à um mastro de 3 metros de altura, localizado ao centro. 

O objetivo da dança é, enquanto dançam, os participantes formam uma espécie de trançado.

Tudo isso comandado pela música vinda de instrumentos como a viola, pandeiro, cavaquinho e acordeão.

8 Fandango ou Marujada

Fandango ou Marujada

O fandango é uma dança bastante conhecida em Portugal e Espanha, mas que ao chegar no brasil junto com os imigrantes, recebeu fortes influências indígenas. 

Característica das regiões litorâneas do Paraná, nela os dançarinos formam uma roda e, em seguida, começam a executar movimentos de valsa, sapateado e bater de palmas; tudo ao som de batidas rápidas e frenéticas.

Veja também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.