Dança circular

A dança circular possui inúmeros benefícios e está presente desde os primórdios da humanidade. Confira!

0

dança circular é uma dança coletiva que tem como objetivo o incentivo à empatia, pertencimento e interação social.

A prática corporal consiste em um grupo de diversas idades e estilos de vida que se juntam para realizar coreografias em círculo.

Durante o encontro, as pessoas são incentivadas a pensar em conjunto e em harmonia. Dessa forma, a dança possui muitos benefícios para aqueles que a praticam.

Origem da dança circular

A prática da dança em conjunto pode ser datada desde os povos mais antigos. A comunidade se juntava para comemorar colheitas, nascimentos, casamentos, chuvas, entre outros motivos.

O bailarino e pedagogo Bernhard Wosien viajou pelo mundo estudando as danças de diversos povos nas décadas de 50 e 60. Em 1976, ele visitou a Comunidade de Findhorn, na Escócia e, ensinou pela primeira vez uma coletânea de danças folclóricas.

Em busca de uma atividade que proporciona alegria, amor e interação, Bernhard Wosien encontrou o que procurava nas danças circulares.

Desde então, as danças se popularizaram e tomaram o nome de danças circulares sagradas. A prática chegou ao Brasil com o Carlos Solano, hóspede na Fundação Findhorn. Ele se tornou o primeiro instrutor certificado.

Benefícios da dança circular

Com base na organização coletiva aliada ao exercício físico, os benefícios da dança circular são inúmeros.

A dança coletiva causa sentimentos de acolhimento e conexão entre os participantes. Os envolvidos desenvolvem empatia, alegria, compreensão e cuidado pelo próximo, assim como amor-próprio. Outro benefício é o de melhora de ritmo e coordenação motora.

Alguns praticantes afirmam que a dança é como uma meditação e promove autoconhecimento e relaxamento. Logo, ela é indicada pelas funções terapêuticas para corpo e mente.

Simbologia da dança circular

A dança adota o formato circular por diversos motivos, entre eles, a simbologia. O círculo é um elemento presente desde o início da humanidade e costuma representar a totalidade, assim como algo que não tem início nem fim.

Dança Circular
Dança circular – Créditos: Ocara/Amanda Mello

Os praticantes acreditam que, nesse formato, é possível transmitir energias pelo contato. Além disso, em uma roda, não há hierarquia, então, todos são iguais e estão em harmonia, potencializando, assim, a prática.

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.