Principais batalhas da Segunda Guerra Mundial

Confira as principais batalhas da Segunda Guerra Mundial que selecionamos para você!


A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) foi o conflito mais catastrófico já ocorrido. Com proporções globais, ele fez os países Aliados e os do Eixo guerrearem no continente europeu, africano, asiático, americano e Oceania.

Os seis anos que envolveram esta guerra, foram os anos em que mais pessoas morreram no mundo em razão de um enfrentamento.

O estado de guerra total provocado por esta guerra mobilizou todos os recursos dos países que se envolveram na mesma.

Estima-se que quase 70 milhões de pessoas perderam suas vidas nos combates que ocorreram durante a Segunda Guerra Mundial. Alguns deles envolveram dias, outros duraram anos.

Sendo assim, a equipe do Escola Educação selecionou as principais batalhas da Segunda Guerra Mundial, seja por saldos de mortes ou por questões estratégias.

1- Invasão da Polônia

A invasão da Polônia ocorreu em setembro de 1939, sob a justificativa de um suposto ataque polonês contra as tropas alemãs na fronteira.

Comandados por Hitler, o exército alemão invade o território polonês, causando insatisfações tanto na França quanto na Grã-Bretanha, que dois dias após a invasão, declaram guerra contra a Alemanha.

Depois que o conflito se iniciou, esperava-se que os poloneses conseguissem impedir o avanço das tropas alemãs, no entanto, isso não ocorreu.

Os franceses e os britânicos não chegaram a enviar tropas para auxiliar a Polônia. Com isso, a superioridade tanto de armamento quando de estratégia fez com que os alemães se destacassem nesta batalha.

Ainda no mesmo mês, a União Soviética enviou suas tropas para ocuparem parte da Polônia. No entanto, a ocupação alemã durou até 1945, quando os soviéticos os expulsam.

Este conflito marcou o início da Segunda Guerra Mundial.

2- Batalha de Stalingrado

Em junho de 1941, Hitler determina a invasão na União Soviética. Em menos de um mês, as tropas nazistas avançaram 750 km em território soviético, deixando como rastro, milhares de cadáveres.

Impactados, os soviéticos acuam, mas destruindo tudo o que pudesse contribuir para o avanço dos alemães: fábricas, hospitais, plantações.

A abertura de um espaço considerável, fez com que os soviéticos reorganizassem suas forças. Os nazistas resolvem atacar a cidade de Stalingrado. Lá, ocorre a batalha mais sangrenta do toda a guerra, a Batalha de Stalingrado (novembro de 1942 a fevereiro de 1943).

Destruindo o mito da invencibilidade dos alemães, eles perdem para os soviéticos. A vitória soviética obrigou os nazistas a marcharem de volta à Alemanha.

O retorno alemão foi marcado pela tomada dos países até então ocupados por eles: Polônia, Hungria, Romênia, Iugoslávia, Bulgária, Tchecoslováquia.

Estima-se que este conflito tenha causado a morte de mais de 2 milhões de soldados e de 40 mil civis.

3- Cerco a Leningrado

O cerco a Leningrado ocorreu entre os meses de agosto de 1941 a janeiro de 1944, quando os soviéticos lutaram para que os nazistas não ocupassem uma das cidades mais importantes da URSS.

As tropas alemãs buscaram de todas as formas avançar rumo a Leningrado. Desistiram somente em janeiro de 1944, quando a população soviética já estava em uma difícil situação.

Os bombardeios e às interdições de acesso à comida fizeram com que a população soviética vivesse em um estado deplorável.

A falta de comida, a água contaminada, o frio e as epidemias, causaram milhares de mortes. Foram registrados até mesmo casos de canibalismo, como resultado do desespero por alimentos.

Estima-se que este cerco tenha provocado a morte de quase um milhão de pessoas.

4- Batalha de Kursk

A batalha de Kursk, cidade soviética, mobilizou mais de 2 mil tanques, 2 mil aviões e 10 mil peças de artilharias alemãs contra quase 4 mil tanques, mais de 2 mil aviões e 20 mil peças de artilharias soviéticos, em julho de 1943.

Há estudos que apontam que após três dias de conflito, os alemães já haviam avançado quase 30 km em território soviético.

No entanto, após uma semana de ataque, os nazistas perderam a força. No dia 12 de julho os soviéticos atacaram os alemães com seus tanques atirando uns contra os outros a uma pequena distância.

Além disso, soldados de ambos os países atiraram uns contra os outros em um campo aberto. Já no dia 13, Hitler ordena o recuo do seu exército e concentra os esforços nazistas na Itália, marcando a derrota alemã nesta batalha.

Quase 180 mil soldados soviéticos e mais de 50 soldados alemães, perderam suas vidas.

5- Operação Barbarossa – Invasão da URSS

Após Stalin desconsiderar os inúmeros avisos sobre a intenção dos nazistas de invadir a União Soviética, em junho de 1941, a URSS é invadida pelas tropas alemãs.

Os alemães tinham como objetivo conquistar o setor industrial de Leningrado, dominar Moscou, conquistar Kiev, capital da Ucrânia, em razão de suas terras férteis e conquistar Stalingrado.

O ataque nazista começou no dia 22 de junho de 1941, dominando as fronteiras soviéticas. Em poucas semanas, eles avançaram muitos quilômetros no interior do território soviético.

Visando cumprir seu objetivo de conquistar a União Soviética, o exército alemão decide agir rapidamente, visando impedir a resistência soviética.

Com isso, em pouco tempo, eles conseguiram de fato dominar muitos territórios da União Soviética: Letônia, Lituânia, Estônia, Kiev (Ucrânia) e Minsk (Bielorrússia).

De acordo com alguns historiadores, o que salvou os soviéticos foi o tamanho de sua extensão territorial, pois em novembro, as tropas alemãs já se encontravam desgastadas.

Outro elemento favorável aos soviéticos foi a chegada do inverno. Muitos apoiadores de Hitler afirmaram que a Alemanha não tinha mais caminhos de vencer a guerra, pois eles precisavam de mais recursos.

A partir de então, a Alemanha Nazista passa a vislumbrar sua derrota na Segunda Guerra Mundial.

Calcula-se que cerca de 250 mil soldados do Eixo tenham morrido. Já a União Soviética somou mais de 800 mil mortos.

6- Invasão da Normandia

Após a libertação de Roma das forças nazistas, em junho de 1944, os Aliados abrem a terceira frente de guerra contra a Alemanha.

No dia 6 de junho de 1944, chamado Dia D, foi o dia escolhido para o desembarque na Normandia, França.

Os nazistas foram pegos de surpresa, não conseguindo reagir às forças anglo-americanas. Em agosto de 1944, a França é libertada.

Seguem rumo a Berlim, onde ocorre o bombardeamento dos soviéticos de um lado e dos anglo-americanos de outro.

Hitler exige que todos combatam contra a invasão até a morte. Percebendo que a derrota de fato se aproximava, ele e sua esposa, Eva Braun, se matam no dia 30 de abril de 1945.

No mês de maio de 1945, os alemães assinam sua rendição, simbolizando o fim da Segunda Guerra Mundial.

Invasão da Normandia - Dia D
Dia D – Desembarque dos Aliados na Normandia.

Selecionamos mais algumas batalhas que foram expressivas durante a Segunda Guerra:

  • Campanha da França (1940)
  • Batalha de Midway (1942)
  • Segunda Batalha de El Alamein (1942)
  • Batalha de Moscovo (1941-1942)
  • Batalha do Atlântico (1939-1945)
  • Batalha de Monte Casino (1944)
  • Operação Market Garden (1944)
  • Batalha de Okinawa (1945-1946)
  • Batalha Iwo Jima (1945)
  • Campanha de Guadalcanal (1942-1943)

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More