Todos os presidentes do Estados Unidos e seus principais feitos

Dádiva ou infortúnio? Saiba quem foram os indivíduos que já ocuparam o cargo político mais importante dos Estados Unidos, além dos seus principais feitos.

0

Um dos cargos mais importantes do mundo é sem dúvida o de presidente dos Estados Unidos. Verdadeira prova de fogo, estar no comando da maior potência mundial não deve ser uma tarefa fácil.

Considerados heróis nacionais (em certos casos malucos de pedra), cada presidente deixou seu legado de forma significativa na história do país, seja positivamente ou negativamente. 

Com 45 presidentes eleitos até o momento, cada mandato é marcado por grandes acontecimentos, guerras, crises econômica, escândalos, impeachment, revoltas populares e até mesmo misteriosos assassinatos.

Lista de todos os presidentes dos Estados Unidos e seus principais feitos

Personalidades famosas e conhecidas pelo grande público, esses indivíduos deixaram marcas na história da política mundial. 

1 George Washington (1789 – 1797)

George Washington (1789 – 1797)

Figura no hall dos Pais Fundadores dos Estados Unidos. George Washington atuou na história do país como o general líder da revolução pela independência.

Na época, foi eleito por unanimidade pelo chamado “Colégio Eleitoral”, nunca tendo se filiado em nenhum partido durante seus dois mandatos.

Além de ser um dos principais nomes ligados à independência, Washington também fundou algumas tradições presidenciais, como o sistema de gabinetes e a realização de um discurso inaugural de posse. É um dos presidentes mais queridos pelos americanos.

2 John Adams (1797 – 1801)

John Adams (1797 – 1801)

Sucessor de George Washington, John Adams foi o segundo presidente norte-americano. Dentre seus feitos mais significativos, Adams foi o responsável por impedir a eclosão de uma guerra entre o país com a França, além dos seus constantes investimentos para a expansão do exército americano. 

A título de curiosidade, foi o primeiro presidente a viver na Casa Branca.

3 Thomas Jefferson (1801 – 1809)

Thomas Jefferson (1801 – 1809)

Outro membro lendário dos Pais Fundadores dos EUA. Em sua função como presidente, Jefferson foi o responsável por redigir a Declaração de Independência do país. Além disso, outros feitos importantes do presidente incluem a compra da Louisiana de Napoleão Bonaparte, que acarretou na duplicação do território do país e a promoção massiva de expedições no intuito de explorar a região ocidental. 

4 James Madison (1809 – 1817)

James Madison (1809 – 1817)

Mesmo antes de se tornar presidente, James Madison já havia participado da criação da Constituição dos Estados Unidos, documento em vigor ainda nos dias de hoje.  

De personalidade forte, seu mandato foi marcado pela declaração de guerra à Inglaterra, que na época atacava os navios americanos com frequência e sua frustrante tentativa de invadir o Canadá. 

5 James Monroe (1817 – 1825)

James Monroe (1817 – 1825)

Ao contrário do seu antecessor, o mandado de James Monroe trouxe um período de paz e cordialidade com as outras nações. 

Foram assinados os tratados de demarcação de fronteiras com a Inglaterra e a Espanha, que cedeu o território onde hoje fica a Flórida aos EUA. Na época, o presidente também reconheceu os novos países da América Latina que tinham se tornado independentes do domínio espanhol.

6 John Quincy Adams (1825 – 1829)

John Quincy Adams (1825 – 1829)

Seguindo a mesma carreira do pai, John Quincy Adams é filho do ex-presidente John Adams e também o primeiro que não fez parte da liga dos Pais Fundadores. Isso pode ter dado margem às constantes críticas oposicionistas sofridas por Adams durante seu mandato. 

Suas ações mais notórias envolvem os investimentos em infra-estrutura básicas para a população e a manutenção da paz com outros países.

7 Andrew Jackson (1829 – 1837)

Andrew Jackson (1829 – 1837)

Com fama de ter um temperamento explosivo, Andrew Jackson era militar do exército e foi responsável por conquistar inúmeras vitórias ao país. 

Apesar da personalidade forte, era popular com o povo. Em seu mandato, promoveu diversas reformas no governo, como ações para diminuir a corrupção. Outro feito notável de Jackson está no seu empenho e sucesso em quitar as dívidas da nação.

8 Martin Van Buren (1837 – 1841)

Martin Van Buren (1837 – 1841)

Foi o primeiro presidente a nascer nos Estados Unidos depois da sua independência e um dos principais organizadores do Partido Democrata

Durante seu mandato, os Estados Unidos enfrentou sérias dificuldades financeiras, como por exemplo o Pânico de 1837, uma recessão econômica que gerou desemprego, aumento dos preços e queda nos salários, estendendo-se até a década de 1840.

Além da dificuldade durante seu governo, Van Buren foi um dos únicos políticos norte-americanos a ter ocupado os cargos de Secretário de Estado, Vice-Presidente e Presidente dos EUA.

9 William Henry Harrison (1841)

William Henry Harrison (1841)

O mandato de William Henry Harrison pode ser considerado de certa forma breve e trágico. Com a ambição de melhorar a situação econômica do país, o então presidente preparou assim que assumiu o cargo, uma agenda com todas as medidas a serem tomadas para recuperar a nação do caos financeiro instaurado. 

No entanto, infelizmente, após um mês no poder, Harrison foi acometido por uma forte pneumonia que o levou a óbito em poucas semanas. Assim, seu governo é considerado como o de mais curta duração de toda história dos Estados Unidos.

10 John Tyler (1841 – 1845)

John Tyler (1841 – 1845)

No cargo de vice-presidente, John Tyler assumiu a função de chefe de estado assim que confirmado o óbito de Harrison. Com um mandato complicado e marcado pela forte oposição política, teve dificuldade em recuperar a economia. 

Entretanto, apesar das adversidades, um dos feitos mais marcantes de Tyler foi o início do processo de anexação do Texas à nação estadunidense. 

11 James K. Polk (1845 – 1849)

James K. Polk (1845 – 1849)

Após falharem em conseguir restaurar a situação econômica do país, é no governo de Polk que os Estados Unidos de fato enxergaram uma luz no fim do túnel. Com apenas um mandato, o 11º presidente norte-americano conseguiu reorganizar a economia, trazer melhorias no setor de infraestruturas, além de expandir o território nacional até o Pacífico. 

Dentre seus feitos mais memoráveis podemos citar a anexação do estado de Oregon por meio de um tratado com a Inglaterra e a indexação de porções de terra adquiridas em guerra contra o México.

12 Zachary Taylor (1849 – 1850)

Zachary Taylor (1849 – 1850)

Ex-oficial do exército, Zachary Taylor tornou-se nacionalmente conhecido em razão das suas vitórias durante os conflitos contra os mexicanos. 

Apesar disso, teve um mandato marcado por tensões de ideias entre escravocratas e abolicionistas. Sofria de gastrite aguda e, em julho de 1850, faleceu vítima de uma doença relacionada ao estômago, dando fim ao seu curto governo. 

13 Millard Fillmore (1850 – 1853)

Millard Fillmore (1850 – 1853)

Por ter herdado um governo ainda em andamento, Fillmore ascendeu à presidência com a morte de Zachary Taylor. Durante seu mandato, as disputas relacionadas à escravidão foram amenizadas graças ao chamado Compromisso de 1850 que estabeleceu a recém criada Califórnia como sendo um estado sem servidão, algo oposto às políticas escravocratas do sul. 

14 Franklin Pierce (1853 – 1857)

Franklin Pierce (1853 – 1857)

Advogado e político norte-americano, Pierce era democrata e atuou como o 14º Presidente dos Estados Unidos. Anteriormente, havia servido na Câmara dos Representantes e até mesmo no Senado, de onde renunciou ao cargo em 1842.

Com ideais expansionistas, buscou aumentar a influência norte-americana sobre o Japão e no restante das Américas. Defensor da escravidão, gerou uma divisão ainda mais profunda nos conflitos relacionados a abolição da escravatura.

15 James Buchanan ( 1857 – 1861)

James Buchanan ( 1857 – 1861)

Com um mandato tumultuoso, Buchanan enfrentou logo de início uma séria crise econômica resultante do colapso financeiro de diversos bancos na época. Somado a isso, houve também o fortalecimento das disputas escravocratas.

Foi nesse período, durante os últimos meses do seu governo, que os estados do Sul, a favor da escravidão, se separaram do restante do país, marcando assim um novo período de tensões nos Estados Unidos.

16 Abraham Lincoln (1861 – 1865)

Abraham Lincoln (1861 – 1865)

Um dos presidentes favoritos dos americanos e um dos mais emblemáticos da história, Lincoln foi símbolo da luta contra a escravidão que assolava o sul do país. Anti-escravagista, em seus primeiros anos de política, fez parte do recém criado Partido Republicano

Pouco tempo depois de assumir o cargo de presidente, enfrentou o descontentamento sulista na chamada Guerra Civil Americana (1861-1865). Em oposição aos ideais nortistas, os onze estados do Sul queriam sua independência do restante do território.

Durante a guerra, as forças de Lincoln conseguiram se sobressair contra as tropas inimigas e assim, no dia 8 de abril de 1864, era aprovado em Senado a lei que acabaria com o modelo escravista vigente no território norte-americano.

Infelizmente, Lincoln não pode usufruir por muito tempo da paz conquistada, pois em 14 de abril de 1865, enquanto participava de um evento em Washington, o então presidente foi assassinado por John Wilkes Booth, simpatizante dos ideais escravagistas. 

17 Andrew Johnson (1865 – 1869)

Andrew Johnson (1865 – 1869)

Após o assassinato de Lincoln, Andrew Johnson assumiu o cargo de presidente dos Estados Unidos. Diferentemente de seu antecessor, o 17º presidente americano passou grande parte do seu governo em constantes lutas no Congresso Nacional. 

Após terem cessado os conflitos da Guerra Civil, Johnson aprovou leis que incentivam a segregação racial no país.

Foi durante seu mandato que aconteceu a compra do território do Alasca que até então pertencia à Rússia.

18 Ulysses S. Grant (1869 – 1877)

Ulysses S. Grant (1869 – 1877)

General importante e de destaque durante a Guerra Civil Americana, ao assumir a posição de presidente, intercedeu pelos direitos dos afro-americanos, além de tentar restabelecer as boas relações com os povos indígenas. 

Apesar dos esforços, o governo de Grant foi de certa forma limitado, em razão de uma grave crise econômica gerada pela corrupção entre políticos. 

19 Rutherford B. Hayes (1877 – 1881)

Rutherford B. Hayes (1877 – 1881)

Rutherford Birchard Hayes já começou seu mandato de forma controversa. Isso porque durante as eleições foram constatados diversos votos fraudados. No entanto, Hayes foi vitorioso na disputa pelo cargo de presidente. 

Durante seu governo, tentou resguardar os direitos dos afro-americanos na busca pela manutenção da paz entre os estados à favor da escravidão, além de adotar medidas para conter a greve dos trabalhadores de comboios que, na época, estava fora de controle. 

20 James A. Garfield (1881)

James A. Garfield (1881)

Apesar do curto mandato – Garfield foi assassinado pelo oficial Charles J. Guiteau – defendeu e promoveu o direito à educação básica para todos, além de buscar a integração de afro-americanos. 

Outro esforço significativo durante seu governo foi a reestruturação do sistema político e departamental do país, na sua constante luta contra a corrupção. 

21 Chester A. Arthur (1881 – 1885)

Chester A. Arthur (1881 – 1885)

Chester A. Arthur tornou-se o 21º presidente logo após a morte de Garfield. Iniciou o mandato de forma contrária às ideias do seu predecessor. 

Entretanto, sob forte pressão, deu seguimento à reforma política que estava em andamento, em repressão corrupção. Um dois setores mais beneficiados  foi a marinha norte-americana que passou a ser mais forte e valorizada.

22 Grover Cleveland ( 1885 – 1889)

Grover Cleveland ( 1885 – 1889)

Pode-se dizer que Cleveland foi um presidente norte-americano atípico para sua época. Durante seu governo, era contra a política de expansão dos EUA. Buscou estabelecer relações de cordialidade com outros países, ficando fora de conflitos internacionais. 

No seu mandato, Cleveland também se concentrou em melhorar as forças armadas e de defesa do país. 

23 Benjamin Harrison ( 1889 – 1893)

Benjamin Harrison ( 1889 – 1893)

Ligado à marinha, Benjamin Harrison era neto de outro ex-presidente, William Henry Harrison. Envolvido na política internacional, não teve muito sucesso ao gerenciar a nação americana. Durante seu governo, o país foi assolado por problemas internos graves, como o alta taxa de impostos, que gerou problemas econômicos em praticamente todos os setores, além do fracasso em conseguir o direito de voto à população afro-americana.

24 Grover Cleveland (1893 – 1897)

Grover Cleveland (1893 – 1897)

Sim. Você não leu errado. Grover Cleveland foi eleito duas vezes não consecutivas presidente dos Estados Unidos. Distintamente do seu primeiro mandato, Cleveland enfrentou uma grave crise econômica durante a segunda vez no poder. 

A situação ficou ainda mais grave quando as greves e os altos índices de violência decorrentes do caos financeiros assolaram o país. 

25 William McKinley ( 1897 – 1901)

William McKinley ( 1897 – 1901)

Ao assumir o comando do país, Mckinley deparou-se com uma profunda crise econômica. Com medidas de desenvolvimento interno, aprovou o Ato Dingley, que protegia trabalhadores de manufaturas e fábricas da competição exterior, que determinou o fim da crise no país. 

Foi vitorioso durante guerra contra Espanha pelo território de Cuba. Além disso, durante seu mandato, o território onde hoje é o Havaí também acabaria anexado à nação norte-americana.

Após nova vitória na eleição de 1.900, Mckinley foi assassinado pelo anarquista Leon Czolgosz. 

26 Theodore Roosevelt (1901 – 1909)

Theodore Roosevelt (1901 – 1909)

Com a morte de Mckinley, Theodore Roosevelt tornou-se o 26º Presidente dos Estados Unidos, no ano de 1901. Um dos governantes mais populares de todos os tempos, teve um governo marcado por decisões justas e que atendiam às necessidades da população na época.

Dentre as medidas adotadas por Roosevelt, podemos destacar sua luta contra a corrupção, promoção do bem-estar do povo e manutenção da paz com outros países.

27 William Howard Taft (1909 – 1913)

William Howard Taft (1909 – 1913)

Discípulo de Roosevelt e preparado pelo mesmo para assumir o cargo de presidente, infelizmente não conseguiu a mesma força do seu predecessor. 

Adotou uma política que consistia no desmantelamento de monopólios comerciais e de medidas de intervenção em países da América Central. Foi durante seu mandato que construiu-se o famoso Canal do Panamá.

28 Woodrow Wilson (1913 -1921)

Woodrow Wilson (1913 -1921)

Foi durante o governo de Wilson que eclodiram os eventos da Primeira Guerra Mundial. Inicialmente, os Estados Unidos se posicionaram de forma neutra em relação à guerra; apenas no ano de 1917, o país entraria no conflito contra a Alemanha devido às recorrentes ameaças vindas do país. 

A decisão em participar da guerra fez com que houvesse o fim da disputa e assim fosse criado, como símbolo de paz, a chamada Liga das Nações.  

29 Warren G. Harding (1921 – 1923)

Warren G. Harding (1921 – 1923)

Dando continuidade aos acordos de paz pós Primeira Guerra Mundial, durante seu governo, Harding enfrentou uma breve crise que foi rapidamente superada, gerando mais giro de capital e consequentemente um crescimento e evolução da economia. 

Houve também investimentos ligados aos setores de energia elétrica e automobilística. 

Após sofrer um ataque cardíaco repentino e indo à óbito, Harding teve seu mandato interrompido no ano de 1923.

30 Calvin Coolidge (1923 – 1929)

Calvin Coolidge (1923 – 1929)

Mesmo tendo assumido o cargo de presidente após o falecimento de Harding, Calvin Coolidge conseguiu ser eleito por mais um mandato. 

Considerado um homem de poucas palavras, Coolidge era reservado e de poucas palavras. Entretanto, isso não o impediu de lutar pelos direitos das pessoas que sofriam com as consequências da segregação social. 

Dentre outros pontos positivos durante seu governo podemos citar o crescimento da economia e a redução nas taxas de impostos.

31 Herbert Hoover (1929 – 1933)

Herbert Hoover (1929 – 1933)

Se houve um presidente azarado em toda a história da política estadunidense, esse certamente foi Herbert Hoover. Pouco tempo depois de ter sido eleito, teria início um dos maiores colapsos econômicos já vividos pelo país: a Grande Depressão de 1929

Com medidas que só fizeram piorar a situação em que o país se encontrava, Herbert viu a nação ser assolada pelo desemprego e a pobreza, que atingia números estarrecedores.

32 Franklin D. Roosevelt (1933 – 1945)

Franklin D. Roosevelt (1933 – 1945)

Primo distante de Theodore Roosevelt, Franklin Roosevelt surgiu com a promessa de salvação do país. Com reformas políticas de incentivo ao emprego (o New Deal), ajudou o país a se recuperar da crise. 

Foi durante seu mandato que aconteceu a Segunda Guerra Mundial e, como na primeira vez, o país entrou tardiamente, como o propósito de terminá-la.

O 32º Presidente dos Estados Unidos detém o posto de presidência mais longa, tendo ocupado o cargo cargo durante quase 4 mandatos.

33 Harry S. Truman (1945 – 1953)

Harry S. Truman (1945 – 1953)

Com o falecimento de Roosevelt, Truman torna-se o novo presidente dos EUA. Assim que tomou oficialmente posse do cargo, um dos seus primeiros atos foi a ordem para o lançamento das bombas atômicas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão. Foi um dos promulgadores do Plano Marshall e um dos fundadores das Organizações das Nações Unidas (ONU).

É durante sua presidência que tem início outro conflito marcante para a história mundial: a Guerra Fria

34 Dwight D. Eisenhower (1953 – 1961)

Dwight D. Eisenhower (1953 – 1961)

Mais um presidente que, antes do ocupar o cargo mais importante do mundo, atuou como general responsável por diversas vitórias durante os eventos da Segunda Guerra Mundial.

Durante o período em que estava no poder, Eisenhower comandou a corrida por armas nucleares e exploração espacial decorrentes dos acontecimentos da Guerra Fria. 

Houve também uma mudança de postura em relação à outras nações: os EUA começaram a investir agressivamente contra outros países, interferindo em questões políticas, sobretudo os que adotavam o comunismo como forma de governo.

35 John F. Kennedy (1961 – 1963)

John F. Kennedy (1961 – 1963)

Kennedy foi sem dúvida um presidente popular. Apoiador da luta pela igualdade racial liderada por Martin Luther King, sua presidência foi marcada pelos desdobramentos da Guerra Fria; sobretudo com a crise dos mísseis em Cuba. 

Teve o mandato interrompido de forma trágica, quando foi assassinado aos olhos do público em seu carro ao lado de sua esposa, Jacqueline Onassis, em um desfile cívico a céu aberto em Dallas, estado do Texas.

O crime é considerado até hoje como sendo um dos acontecimentos mais marcantes do século XX.

36 Lyndon B. Johnson (1963 – 1969)

Lyndon B. Johnson (1963 – 1969)

Vice-presidente de Kennedy, Johnson assumiu o cargo de homem mais importante do mundo após a tragédia. Apesar do cenário frágil em que se encontrava o país, seu mandato foi marcado pela criação e instituição de leis nacionais contra a discriminação racial, redução dos níveis de pobreza no país e investimentos consideráveis na educação.

Apesar dos pontos positivos, foi durante o governo de Johnson que a Guerra do Vietnã tomou proporções assustadoras.

37 Richard Nixon (1969 – 1974)

Richard Nixon (1969 – 1974)

Bem no começo do governo de Richard Nixon, o homem colocava os pés na lua. Além do feito histórico, o presidente buscou amenizar as relações com a China e aceitou fazer alguns acordos com a antiga União Soviética. 

Ordenou a saída das tropas americanas do Vietnã, dando fim à guerra. Foi o primeiro e único presidente a se demitir antes de passar por impeachment, isso em razão do escândalo de Watergate.

38 Gerald Ford (1974 – 1977)

Gerald Ford (1974 – 1977)

Quando Nixon se demitiu, no papel de vice-presidente, Ford assumiu a presidência dos Estados Unidos. Com um mandato curto, perdoou oficialmente seu predecessor pelos crimes de Watergate, o que não foi visto com bons olhos pelo grande público. 

Ford também enfrentou uma crise econômica conturbada, além de duas tentativas de assassinato.

39 Jimmy Carter (1977 – 1981)

Jimmy Carter (1977 – 1981)

Nomeado o 39º presidente, Carter herdou a crise econômica deixada pelo governo anterior. Além disso, enfrentou outro problema ainda maior: o aumento no preço do petróleo. 

Durante seu mandato, foram criados dois novos departamentos no governo: os departamentos da Educação e Energia. Ao final do governo, houve uma nova ascensão da Guerra Fria, até então sem muitas reviravoltas.

40 Ronald Reagan (1981 – 1989)

Ronald Reagan (1981 – 1989)

Ronald Reagan conseguiu pôr um fim à crise econômica que tomava conta dos Estados Unidos. Entretanto, na época do seu mandato, as políticas assistencialistas foram deixadas de lado e o mercado sofreu com variações que afetam até hoje a economia. 

Defendia campanhas na luta contra o uso de drogas. Foi durante o mandato de Reagan que aconteceu a queda do Muro de Berlim e o colapso da União Soviética.

41 George H. W. Bush (1989 – 1993)

George H. W. Bush (1989 – 1993)

George H. W. Bush foi o primeiro dos Bush a chegar no cargo mais alto do país. Seu governo começou enfrentando a queda da antiga União Soviética e suas consequências para a economia mundial. 

Colocou os EUA na Guerra do Golfo em oposição às tropas iraquianas quando os mesmos invadiram o Kuwait. 

Ainda hoje, George H. W. Bush está na história como o presidente mais idoso já eleito em toda a  história do país.

42 Bill Clinton (1993 – 2001)

Bill Clinton (1993 – 2001)

Marcada por um período de crescimento econômico e prosperidade, a presidência de Clinton, inicialmente, foi bem recebida pelos americanos. 

Tentou também criar um programa de saúde nacional, mas sem sucesso. Incluiu os Estados Unidos no meio de conflitos internacionais, numa guerra contra a organização Al Quaeda. 

Por conta de um caso extraconjugal com uma estagiária da Casa Branca, Monica Lewinsky, Clinton foi destituído da função em julgamento pela Câmara dos Representantes dos Estados Unidos.

43 George W. Bush (2001 – 2009)

George W. Bush (2001 – 2009)

O segundo Bush a ocupar o cargo de presidente do país, George W. Bush seguiu os passos dos pai e deu início à medidas antiterroristas inflexíveis após os ataques de 11 de Setembro de 2001

Ordenou que tropas norte-americanas invadissem o Iraque e o Afeganistão em busca de Osama Bin Laden, suposto líder da Al Quaeda e mandante do atentado. Tal decisão provocou uma guerra longa e que gerou mortes para ambos os lados. 

Ao deixar a presidência, Bush filho deixou os EUA em uma grave crise econômica, sendo a segunda pior de toda a história.

44 Barack Obama (2009 – 2017)

Barack Obama (2009 – 2017)

Barack Obama entrou para a história como o primeiro presidente negro dos Estados Unidos. Mesmo tendo pego o país em uma situação financeira péssima, conseguiu reverter o cenário a longo prazo, com medidas de geração de emprego. 

Apoiava o políticas que defendiam o casamento homosexual, algo nunca visto antes por nenhum presidente norte-americano. Defendia também a existência de um sistema de saúde nacional, além de um controle maior contra o porte de armas de fogo para a população. 

Apesar de amenizar as intervenções dos EUA no Iraque e Afeganistão, envolveu o país em uma intervenção militar na Líbia.

45 Donald Trump (2017 – Agora)

Donald Trump (2017 – Agora)

Trump pode ser considerado o presidente mais controverso e divisor de opiniões que já ocupou o cargo. Foi eleito em 2017 em uma disputa contra a presidenciável Hillary Clinton. 

Durante a campanha eleitoral, prometeu melhorar a economia e reforçar as fronteiras no controle de entrada de imigrantes no país. Com um discurso misantropo, tem gerado muitas polêmicas que envolvem desde alegações de assédio sexual à comentários racistas. 

Não possui boa relação com a mídia e a imprensa em geral e é tido como um governante que prega o ódio e a má a desavença entre países. 

Veja também: Todos os presidentes do Brasil e seus feitos mais marcantes

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.