Richard Nixon

Richard Nixon foi um dos presidentes dos Estados Unidos.

0

Richard Nixon foi presidente dos Estados Unidos da América (EUA), entre os anos de 1969 a 1974.

Ele foi o 37° presidente dos EUA, conhecido por comandar o país durante a Guerra do Vietnã, por promover uma reaproximação diplomática com a China e por estar envolvido no escândalo de Watergate.

Richard Nixon foi o primeiro e único presidente do país norte-americano a renunciar o cargo.

Biografia de Richard Nixon

Richard Milhous Nixon nasceu no dia 9 de janeiro de 1913, na cidade de Yorba Linda, Califórnia. Graduou-se em Direito e ocupou cargo público no governo federal por dois anos.

Em 1938, Nixon integrou o elenco do filme The Dark Tower, no qual contracenou com Thelma “Pat” Ryan, atriz e professora. Em 1940, eles se casam em uma pequena cerimônia e têm duas filhas.

Após a Segunda Guerra Mundial (1939–1945), ele entrou para a política e se elegeu para deputado e senador, ambos pelo Partido Republicano.

Richard Nixon ficou conhecido em todo o país por comandar a investigação de um funcionário estadunidense acusado de ser espião da União Soviética. Durante a Guerra Fria ele assumiu uma dura postura anticomunista.

Em 1952, compôs a chapa favorável ao candidato presidencial Eisenhower, como vice-presidente. Após conquistar a vitória, ele ocupou este cargo de 1953 até 1961.

Com o fim do mandato de Eisenhower, Richard Nixon se torna o candidato à presidência pelo Partido Republicano.

Seu adversário foi o representante do Partido Democrata, John Kennedy. Esta eleição foi marcada pelo primeiro debate televisionado da história dos EUA.

Nestas eleições, ele foi derrotado por Kennedy. Mesmo saindo vencido, ele não desiste e retorna a pleitear a cadeira presidencial em 1968, quando é eleito.

Richard Nixon

Mesmo com o caso Watergate, que veio à tona no final do seu mandato, ele foi reeleito para cumprir mais um mandato.

A Suprema Corte dos Estados Unidos concorda em abrir o processo de impeachment de Nixon, em 1974. No entanto, antes do fim do processo, ele renuncia o cargo, em agosto do mesmo ano.

Após esse episódio, ele se afasta da vida pública e falece em 1994.

Contexto histórico

A década de 1960 foi marcada por intensas transformações sociais e políticas em todo o mundo. A Guerra Fria chegava ao ápice com a construção do Muro de Berlim e a Crise dos Mísseis de Cuba.

Ao mesmo tempo, movimentos contestatórios, como o beatnik, o hippie e o rock, crescem e atingem vários países do mundo.

Além disso, os EUA participavam de um intenso conflito no Vietnã, questionado pela população estadunidense.

Governo de Richard Nixon

O governo de Richard Nixon se caracterizou por diversas mudanças promovidas nos EUA. Ele criou as primeiras instituições que agiam em prol do meio ambiente, permitiu que pessoas com 18 anos votassem e comandava o país quando o primeiro homem pisou na Lua.

Mesmo assim, a insatisfação com o seu mandato seguia, em razão da permanência da Guerra do Vietnã. A principal promessa da campanha de Nixon foi acabar com este conflito.

Nesse sentido, ele busca uma reaproximação com os chineses, visando estabelecer uma aliança que não afetasse o equilíbrio entre capitalistas e comunistas no continente asiático.

Em 1972, Nixon vai a Pequim e consegue promover uma abertura das relações entre chineses e estadunidenses.

Em 1973, é anunciado o fim do conflito. Contudo, o cessar-fogo só ocorreu definitivamente em 1975. O fim da guerra foi marcado pela derrota dos EUA, que não conseguiram impedir que o Vietnã se alinhasse às ideias socialistas.

É importante destacar que Richard Nixon foi o responsável — direta ou indiretamente — por vários golpes de Estado que ocorreram na América Latina. O mais expressivo foi o que ocorreu no Chile.

Caso Watergate

Watergate foi um caso de corrupção que ocorreu nos anos de 1970 nos EUA.

Em 1972, o comitê eleitoral do Partido Democrata, localizado no conjunto de edifícios Watergate, foi invadido por alguns homens.

Jornalistas resolvem averiguar o que até então tinha sido relatado como um simples assalto. Ao seguir as instruções de um informante anônimo, eles conseguem investigar o maior escândalo de corrupção já ocorrido nos EUA até então.

Um dos homens que invadiram os escritórios do Partido Democrata era agente do FBI. Além disso, eles descobrem que tanto o FBI quanto a CIA planejaram a invasão com o conhecimento do então presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon.

O Senado começou a investigar o ocorrido e Nixon não concordou em contribuir com a Suprema Corte.

Sendo assim, ele foi convocado a depor. No entanto, antes que isso ocorresse e visando impedir um impeachment, Nixon decide renunciar ao cargo de presidente dos Estados Unidos.

Gerald Ford, vice-presidente de Nixon, assume o cargo presidencial e o isenta de ter que prestar qualquer esclarecimento sobre o caso.

A identidade do informante anônimo só foi revelada em 2005. William Mark Felt, vice-presidente do FBI, foi o responsável por denunciar o caso.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.