Doutrina Truman

A Doutrina Truman foi um conjunto de medidas políticas e econômicas criada nos Estados Unidos no governo de Henry Truman.

0

A Doutrina Truman foi um conjunto de estratégias políticas e econômicas, adotadas durante o governo do então presidente dos Estados Unidos, Henry Truman (1884-1972).

Em março de 1947, Truman profere um violento discurso contra o comunismo, afirmando que os Estados Unidos, a partir daquele momento, defenderia o mundo da “ameaça comunista”. O objetivo era garantir o desenvolvimento do capitalismo.

A Doutrina Truman marcou o início da Guerra Fria.

Contexto histórico da Doutrina Truman

Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o continente europeu se encontrava em um cenário econômico, político e social, devastador. A Europa precisava de ajuda econômica para se recuperar das ruínas provocadas pela guerra.

A União Soviética e os Estados Unidos se tornaram as principais potências do mundo. Com isso, ambos buscavam atrair os países destruídos pela guerra para suas áreas de influência, comunismo e capitalismo.

Em 1946, Winston Churchill, primeiro-ministro britânico, criticou duramente o controle soviético sobre o leste europeu. Com isso, ele realizou uma ruptura política com a União Soviética, pois afirmava que este Estado era tão inimigo quanto os nazistas.

Em 1947, o presidente norte-americano apresentou a Doutrina Truman ao Congresso dos Estados Unidos.

Doutrina Truman

Inicialmente, o objetivo era garantir os interesses do país na Grécia e Turquia, países que enfrentavam guerras civis. Ao mesmo tempo, os EUA iniciaram o processo de rearmamento, além de organizarem a desmobilização de seus tropas.

Em março de 1947, Truman realiza um discurso no Congresso Nacional falando sobre a “ameaça comunista” e evidenciando o compromisso dos Estados Unidos frente ao combate contra os soviéticos.

Sendo assim, no mesmo ano foi lançado o Plano Marshall, que disponibilizou valores expressivos às nações europeias para a reconstrução das mesmas.

A Doutrina Truman tinha como principal objetivo proteger o capitalismo, já o Plano Marshall visava o avanço do sistema capitalista.

Neste mesmo período, o senador dos Estados Unidos Joseph Macarthy (1908-1957) sustentava um discurso anticomunista que ficou conhecido como macartismo.

A tensão mundial intensificou-se quando a União Soviética cria e testa sua primeira bomba atômica, fato que levou à criação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em 1949, liderado pelos Estados Unidos.

Como resposta, os soviéticos criam o Pacto de Varsóvia, em 1955, com o mesmo objetivo da OTAN, entretanto, formado por países socialistas.

É importante salientar que tantos os Estados Unidos quanto a União Soviética estimularam diversos golpes militares em todo o mundo, sob a justificativa de não perder suas zonas de influência.

Além disso, por meio da Doutrina Truman, os Estados Unidos intervinham em todo conflito que tinha como causa central o capitalismo e o socialismo. Quanto a isso, podemos citar:

A queda do muro de Berlim e a reunificação da Alemanha, em 1989, aliada ao fim da União Soviética, em 1991, fizeram com que tal política de intervenção perdesse força.

Características da Doutrina Truman

Vejamos as principais características da Doutrina Truman:

  • Auxílio financeiro às nações capitalistas;
  • Intervenções militares em diversos países do mundo;
  • Impedimento da expansão do socialismo.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.