Bragi – O deus da música, poesia e comunicação na mitologia nórdica

Bragi, deus da mitologia nórdica, era o padroeiro dos poetas (skalds), dos menestréis, dos músicos, dos artistas e da comunicação.

0

Bragi, cujo nome significa poeta, é derivado de Bragr, traduzindo poesia. Não por acaso, os vikings chamavam os seus poetas de bragamen ou bragawoman.

O deus da mitologia nórdica era popular e admirado por sua sabedoria, a criatividade com as palavras e compreensão de poemas e músicas.

Ele também sentia prazer em tocar harpa e declarar poesias para a sua esposa Iduna, a deusa do elixir da eternidade.

Família de Bragi

Bragi é filho de Odin, a quem lhe deve os dons da oratória na língua e grande parte da inspiração, com a gigante Gunnlod.

Esposo da deusa Idunna, Bragi era o deus regente da poesia.

A representação de Bragi

Bragi - Deus da mitologia nórdica
Representação de Bragi, deus da música, poesia e comunicação na mitologia nórdica

Representado por uma barba extensa e branca, o deus Bragi tinha uma característica exclusiva – runas esculpidas na língua. Portanto, a característica logo demonstrava a influência na comunicação, na arte e na poesia.

Apesar da aparência exótica, o deus era casado com a guardiã das maçãs da juventude – Idunna.

Os poderes de Bragi

Bragi detém grande sabedoria e é conhecido por isso. Criativo com as palavras, ele sabe consideravelmente de poemas e músicas. Bragi é patrono dos poetas (skalds), dos menestréis, dos músicos e dos artistas.

Os poemas que elevam o heroísmo dos guerreiros mortos em combates eram pronunciados por Bragi, isso aos mortos adentrarem os salões de Valhalla. Era essa uma de suas valiosas atribuições.

Também, nos funerais dos reis e dos chefes guerreiros tinham brindes e juramentos perante taças de bebidas. Essas taças eram denominadas “bragarfull”, ou mesmo “a taça de Bragi”, cujo significado designava o dom poético atribuído por Bragi aos seus eleitos.

Bragi era também o deus da comunicação. Assim, quando se tratava do assunto, muitos o procuravam.

Diferente dos demais deuses, Bragi era pacífico, não muito afinado com guerras e confusões.

Conheça outros deuses da mitologia nórdica:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.