Idade Contemporânea – Resumo, características e linha do tempo

Saiba tudo sobre o período iniciado na Revolução Francesa que segue até os dias atuais, as principais características e fatos marcantes

0

Diz-se que a História é o estudo do passado para tentar compreender o presente. Nada mais certo do que essa afirmação! Mais do que apenas memorizar fatos que já se passaram, é necessário relacioná-los com os tempos atuais entendendo tratar-se de consequências daquilo que foi praticado anos e até séculos atrás.

Para facilitar o estudo da história, desde o início da vida humana até os dias atuais, historiadores a dividiram em cinco períodos. Sendo assim, temos a Pré-História, Idade Antiga (Antiguidade), Idade Média (Era Medieval), Idade Moderna e Idade Contemporânea. Basicamente, a divisão baseou-se em marcos decisivos em cada período.

Nosso foco agora será a Idade Contemporânea, período iniciado com a Revolução Francesa em 1789 e segue até os dias atuais. Trata-se de uma era que assistiu a acontecimentos de extrema importância, como o nascimento do capitalismo, as inovações tecnológica e a explosão de grandes conflitos.

O que é a Idade Contemporânea?

A Idade Contemporânea é o período que vivemos hoje. A era começou com a Revolução Francesa, em 1789, e segue até os dias atuais. Sua principal característica compreende a expansão do capitalismo como principal modelo econômico entre os séculos XVIII e XIX. E por que começar a partir de uma revolução iniciada em solo francês?

Porque o mote principal dos revolucionários era derrubar a aristocracia que assumia o controle das terras desde a Idade Média. Sob o lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, os líderes intencionavam assumir um governo mais justo. As ações ocorridas em Paris influenciaram processos de independência em colônias europeias na América.

No entanto, o que se viu foi o fortalecimento da burguesia, especialmente após a Revolução Industrial. Com isso, a aristocracia não conseguiu deter o crescimento acelerado do capitalismo que rapidamente modificou as relações econômicas do campo e cidades. Além do poder econômico, a burguesia assumiu também o controle político.

O modelo instaurado no qual havia a separação dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário logo foi adotado nas nações europeias e em outras partes do mundo. As conquistas econômicas trouxeram importantes avanços tecnológicos. Como consequências, o mundo assistiu à proliferação de cidades concomitante ao encurtamento das distâncias.

Porém, assistiu também ao abismo social criado pelas desigualdades, situação que gerou a movimentos contrários, como a Revolução Russa de 1917. A partir daí, a população mundial viu nascer o confronto ideológico entre duas correntes – o capitalismo e o socialismo, cujo ideal era uma sociedade dita igualitária sob o comando do Estado.

As disputas econômicas, territoriais, ideológicas e políticas foram os gatilhos para a explosão de grandes conflitos mundiais, muitos deles com proporções gigantescas. Como não falar das atrocidades cometidas das Duas Grandes Guerras, além do conflito no Vietnã? Ou, mais recente, os ataques terroristas e as represálias no Médio Oriente?

Por outro lado, o avanço tecnológico proporcionou mudanças significativas nos campos da Ciência e Medicina, possibilitando a cura de doenças até então fatais, melhoria nas condições de vida e descobertas importantes. A tecnologia facilitou o deslocamento e os meios de comunicação, fazendo com que longas distâncias se tornassem mais curtas.

Quais são as principais características da Idade Contemporânea?

A extensão da Idade Contemporânea a coloca como um período de intensas mudanças sociais, políticas, culturais e econômicas. Entre suas principais características, tanto no Brasil quanto no mundo, podemos citar:

  • Desenvolvimento industrial e fortalecimento do capitalismo como modelo econômico
  • Iluminismo, corrente que defende a razão e desenvolvimento científico como motores de desenvolvimento social
  • Revolução Industrial nos séculos XVIII e XIX
  • Ascensão da burguesia industrial como líderes políticos e econômicos
  • Democracia consolidada como regime político a partir do século XIX
  • Indústria como impulsora do imperialismo e neocolonialismo, em razão da disputa por mercados consumidores e fornecedores de matéria prima
  • Nascimento de movimentos vanguardistas na arte, como o cubismo, surrealismo, dadaísmo, expressionismo e futurismo
  • Prática neocolonialista na Ásia, África e Oceania
  • Globalização e inovações tecnológicas, especialmente a partir do século XX
  • Estados Unidos configuram como uma das principais potências mundiais
  • Disputas políticas, econômicas e ideológicas entre grandes potências
  • Surgimento de movimentos e ideologias nacionalistas e totalitárias, como o nazismo, salazarismo, franquismo, stalinismo e fascismo
  • Corridas espacial e armamentista no contexto da Guerra Fria (entre União Soviética e Estados Unidos)
  • Expansão do terrorismo
  • Intenso crescimento urbano e populacional
  • Surgimento da crise ambiental com problemas como aquecimento global, efeito estufa, desmatamento, caça indiscriminada e poluição
  • Percepção da cultura de massa e indústria cultural
  • Surgimento de conceitos como coronelismo, clientelismo e voto de cabresto como práticas eleitorais no Brasil
  • Nascimento do cangaço, grupos atuantes no nordeste brasileiro

Fatos importantes da Idade Contemporânea

A Idade Contemporânea é um período que se estende há mais de 200 anos. Por isso, traçamos um resumo cronológico reunindo os principais acontecimentos ocorridos ao longo destes dois séculos de história no Brasil e no mundo.

  • 1789: Revolução Francesa – queda da Bastilha no dia 14 de julho e Inconfidência Mineira
  • 1798: Conjuração Baiana
  • 1808: Família Real portuguesa chega ao Brasil
  • 1817: Independência das colônias espanholas e Revolução Pernambucana
  • 1822: Independência do Brasil e início do Primeiro Reinado por Dom Pedro I
  • 1824: Dom Pedro I cria a primeira Constituição do Brasil e acontece a Confederação do Equador
  • 1825-1828: Período da Guerra da Cisplatina
  • 1829: Criação da primeira locomotiva a vapor
  • 1831: Dom Pedro I abdica de seu governo em virtude da crise econômica, dando início ao Período Regencial
  • 1835: Eclosão de revoltas populares, como a Cabanagem, Revolta dos Malês e Revolução Farroupilha
  • 1837: Eclode a Sabinada, na Bahia
  • 1838: Movimento popular conhecido como Balaiada, no Maranhão
  • 1840: Começa o Segundo Reinado
  • 1848: Eclosão de revoluções burguesas francesas assumindo caráter liberal e da Revolução Praieira, em Pernambuco
  • 1850: Assinatura da Lei Eusébio de Queiroz e o fim do tráfico negreiro internacional
  • 1861: Guerra Civil Americana ou Guerra da Secessão, tendo como consequências a abolição dos escravos americanos e vitória das colônias do norte
  • 1864: Guerra do Paraguai
  • 1870: Unificação italiana
  • 1870-1871: Eclosão da Guerra Franco-Prussiana
  • 1871: Unificação alemã e Comuna de Paris, movimento revolucionário francês, além da assinatura da Lei do Ventre Livre, no Brasil
  • 1885: Assinatura da Lei dos Sexagenários
  • 1889: Abolição da escravatura pela Lei Áurea
  • 1889: Proclamação da república brasileira e fim da monarquia, dando início ao governo provisório de Marechal Deodoro da Fonseca
  • 1890: Encilhamento
  • 1891: Instituída a Primeira Constituição da República, permitindo voto para maiores de 21 anos
  • 1893: Guerra de Canudos
  • 1898: Eclosão da Guerra Hispano-Americana
  • 1900-1901: Explode a Guerra dos Boxers
  • 1904-1905: Guerra Russo-Japonesa, da qual Japão sai vitorioso e conquista a Manchúria, além da Revolta da Vacina, no Rio de Janeiro
  • 1909: Fordismo, nova forma de produção industrial nos Estados Unidos
  • 1910: Revolução Mexicana e Revolta da Chibata, no Brasil
  • 1912: Guerra do Contestado
  • 1914-1918: Primeira Guerra Mundial
  • 1917: Revolução Russa e nascimento do comunismo
  • 1919: Assinatura do Tratado de Versalhes
  • 1922: Semana da Arte Moderna no Brasil
  • 1922 – 1926: Tenentismo no Brasil
  • 1925: Coluna Prestes
  • 1929: Crise de 29 com a quebra da Bolsa de Nova York
  • 1930: Início da Era Vargas
  • 1932: Revolução Constitucionalista no Brasil
  • 1934: Assinatura da Constituição de 34, instituindo direitos trabalhistas, voto secreto e voto feminino
  • 1936: Guerra Civil Espanhola
  • 1937: Início do Estado Novo
  • 1939-1945: Segunda Guerra Mundial e holocausto
  • 1945: Criação das Organização das Nações Unidas (ONU)
  • 1945-1989: Guerra Fria
  • 1956: Início do governo JK no Brasil
  • 1960: Construção de Brasília como nova capital do país
  • 1989: Queda do Muro de Berlim
  • 1946: Descolonização de regiões asiáticas e africanas
  • 1948: Estado de Israel proclamado e Declaração Universal dos Direitos Humanos pela ONU
  • 1949: Revolução Chinesa e República Popular da China, sob a liderança de Mao Tse-Tung
  • 1950-1953: Guerra da Coreia
  • 1959: Revolução Cubana
  • 1959-1975: Guerra do Vietnã
  • 1966: Revolução cultural chinesa
  • 1969: Chegada do primeiro homem à Lua
  • 1973: Crise petrolífera
  • 1979: Revolução Islâmica no Irã
  • 1964-1985: Ditadura Militar no Brasil
  • 1982: Guerra das Malvinas
  • 1983: Movimento Diretas Já, no Brasil
  • 1986: Início do Plano Cruzado, por José Sarney
  • 1988: Criação e instituição da Constituição Federal, ainda vigente
  • 1989: Massacre da Praça da Paz Celestial, repressão ao movimento democrático chinês, e a Queda do Muro de Berlim, quando houve a reunificação da Alemanha
  • 1990-1991: Guerra do Golfo
  • 1990-1992: Governo Collor, deposto por denúncias de corrupção
  • 1991: Fim da União Soviética
  • 1992: Tratado de Maastricht, criando a União Europeia
  • 1992-1995: Guerra da Bósnia na desintegração iugoslava
  • 1993: Instituição do Plano Real por Itamar Franco
  • 1997: Hong Kong é devolvida à China pela Inglaterra
  • 1997: Primeira clonagem de um ser vivo com a ovelha Dolly
  • 1998-1999: Guerra em Kosovo
  • 1998: Início do governo FHC, responsável por avanços sociais e econômicos no país
  • 2001: Ataque terroristas aos Estados Unidos (Nova York, Washington e Virgínia)
  • 2002: Entra em vigor o Euro em 12 países como moeda oficial
  • 2003: Início do Governo Lula no Brasil, perdurando até 2010
  • 2005: Protocolo de Kyoto visando à redução dos gases do efeito estufa
  • 2008: Crise econômica no mercado imobiliário dos Estados Unidos
  • 2014: Impeachment da presidente Dilma Rousseff

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.